Cadela do jogador Sala volta a emocionar no último adeus

0
© DR

Nala, a cadela de Emiliano Sala, também se despediu do jogador, no último sábado (16), e voltou a gerar comoção.

Dezenas de compartilhamentos nas redes sociais apontam a presença do animal de estimação do falecido futebolista na última homenagem que lhe foi prestada, na pequena vila argentina de Progresso, depois da sua morte, a 21 de janeiro, num acidente aéreo, quando sobrevoava o Canal da Mancha.

A cadela passou várias horas em frente ao ginásio do San Martin, clube no qual Sala jogou, então com 10 anos, e que se transformou numa capela improvisada, onde estiveram a ser velados os seus restos mortais, conforme explica o La Nacion.

Sublinhe-se que já antes, Romina Sala, irmã de Emiliano, que vai ficar cuidando de Nala, tinha publicado uma imagem do animal em casa do futebolista.

A última homenagem a Emiliano Sala, que contou também com a presença de representantes do Nantes e do Cardiff, terminou com a celebração de uma missa, antes da cremação do corpo.

Os restos mortais Emiliano Sala, de 28 anos, chegaram na terça-feira à Argentina, depois de terem sido encontrados, em 3 de fevereiro, dentro do avião de pequeno porte a 67 metros de profundidade.

A aeronave, na qual viajavam o futebolista e o piloto David Ibbotson, de 59 anos, desapareceu dos radares em 21 de janeiro, pelas 20h00, e foi localizada dias depois no Canal da Mancha a cerca de 20 quilômetros a norte de Guernsey, perto da zona da sua última transmissão.