PRF promove reunião sobre a ‘Operação Safra 2019” em Mato Grosso

0

Marcaram presença representantes de entidades ligadas ao transporte de cargas em Mato Grosso

A Polícia Rodoviária Federa (PRF) promoveu, manhã desta terça (12), uma reunião com representantes de entidades ligadas ao transporte de carga em Mato Grosso. O encontro foi realizado no Gabinete da Superintendência em Cuiabá e teve como objetivo diagnosticar as dificuldades do setor e traçar estratégias para a Operação Safra 2019.

A Operação Safra da PRF busca somar esforços para garantir fluidez no escoamento da safra, assim como reduzir os acidentes envolvendo os veículos de carga que circularão nas rodovias federais de Mato Grosso em maior número nos próximos meses. As ações serão desenvolvidas em todo o Estado, mas principalmente na BR-163 e BR-364.


O Chefe da Seção de Operações da PRF, inspetor Francisco Élcio, falou da importância do engajamento do motorista profissional, embarcador e transportados para que os objetivos sejam alcançados. “Estamos abertos para ouvir todos os seguimentos, para pensarmos juntos e definirmos ações benéficas à sociedade”, declarou.

Estiveram em pauta assuntos como a criação de uma câmara temática para tratar de assuntos s ao transporte de cargas, a jornada de trabalhado dos caminhoneiros, compartilhamento de dados, trabalhos de prevenção de acidentes, perícia dos motoristas, entre outros. Representante da Associação dos Transportadores de Carga (ATC), Mauro Mendes, falou de comprometimento. “O que tem que prevalecer é a responsabilidade social e não a política do frete baixo”, afirmou.

  Cinco homens invadem aeroporto para roubar aviões e fazem reféns em Mato Grosso

Do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de Mato Grosso (Sindmat), Eleu Vieira ressaltou também a importância de ações de combate à criminalidade para evitar, por exemplo, o roubo de cargas. “Tivemos casos de encontrarmos veículos nossos sendo descarregados em propriedades às margens da rodovia e é necessário voltarmos a atenção para isso”, comentou.

Wilson Ferreira, representante da Concessionária Rota do Oeste, para a qual são concessionados 850 km da BR-163, frisou que associado ao aumento no volume de veículos de carga é fundamental prover ações voltadas também para os veículos leves. “Proporcionalmente, não são os caminhões que mais se envolvem em acidentes. É importante pensarmos também nos veículos de passeio em meio a todo esse fluxo”, observou.


| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui