Profissionais da Segurança de MT participam de curso promovido pela Embaixada Francesa em Cuiabá

0

Trinta profissionais de Segurança Pública de Mato Grosso participam de uma capacitação ministrada pela Polícia Francesa, em Cuiabá. A abertura do curso de repressão à “Lavagem de Dinheiro no Combate ao Tráfico de Drogas”, ocorrerá nesta segunda-feira (11.02), no auditório da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt), em Cuiabá.

O curso é promovido pela Embaixada da França no Brasil, em parceria com a Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC). A capacitação foi ofertada pelo governo francês, após visitarem Mato Grosso no segundo semestre de 2018, quando conheceram a estrutura da Diretoria de Inteligência e o Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro da PJC.

Sob a coordenação da Diretoria de Inteligência da PJC, a capacitação proporcionará conhecimento a 22 policiais civis, lotados nos núcleos de inteligência do interior e região metropolitana, e também a oito servidores do Ministério Público Estadual, Procuradoria Geral do Estado, Polícia Federal, Secretaria Adjunta de Inteligência da Sesp e Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira).

Grupo do CenárioMT no WhatsApp 

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  ENTRAR NO GRUPO

O diretor de Inteligência da Polícia Civil, delegado Juliano Silva de Carvalho, disse que o curso gera a troca de experiências, com o conhecimento das ferramentas e das boas práticas utilizada pela Polícia Francesa no enfrentamento à lavagem de capitais por organizações criminosas.

“Esse curso visa um aprendizado específico sobre as apreensões e aquisições advindas do crime, e seu aproveitamento pelos organismos estatais, principalmente, os órgãos de segurança pública, que trabalham diretamente no enfrentamento à lavagem de dinheiro e ao crime organizado”, pontuou.

  Motorista bêbado dorme ao volante de carro com recém-nascido e é preso em MT

O curso tem duração de cinco dias (com 40 horas/aulas). Os primeiros quatro dias ficarão a cargo de dois policiais franceses, a capitã da Polícia Nacional Francesa, Sylvie Flamand, que é especializada na luta contra crimes financeiros, lavagem de dinheiro e a apreensão de bens adquiridos por meio de crimes e o tenente-coronel Pierre Fernandez, da Gendarmerie National Francesa, que é diretor do Centro Interministerial de Formação Anti-Droga (CIFAD) desde agosto de 2017.

A capitã Sylvie trabalha no Centro Interministerial de Formação Anti-Droga (CIFAD), desde março de 2015.

O encerramento se dará com palestras dos delegados da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, Cristiano Reschke e Felipe Bringhente, especializados também no tema de lavagem de capitais.

Os dois delegados vão apresentar boas práticas utilizadas no Rio Grande do Sul, no combate ao crime organizado e aplicação da inteligência nas investigações sobre lavagem de dinheiro. “São estudos de casos práticos voltados à proteção da sociedade e da rede financeira face ao enfrentamento da criminalidade organizada”, explicou o diretor de Inteligência da PJC.

As disciplinas abordarão assuntos ligados às questões do tráfico de drogas e lavagem de dinheiro: Geoestratégia e drogas; Os crimes de lavagem de dinheiro e a não-justificação de recursos; Lavagem de dinheiro: definição, tipologias e técnicas; A investigação patrimonial; Apreensão de aquisições advinda do crime, e aulas práticas.