Grêmio: reunião com Tardelli termina sem acordo

Na última sexta-feira, representantes do clube gaúcho chegaram a se encontrar com empresário do atacante recém-desligado do Shandong

0
Diego Tardelli está na China desde 2015, quando deixou o Atlético-MG Divulgação

Depois da afirmação feita pelo técnico Renato Portaluppi confirmando que o Grêmio trabalha na contratação do atacante Diego Tardelli, as atenções agora estão voltadas para que ambas as partes cheguem a um acordo e o atleta se torne reforço do time gaúcho.

Contudo, o primeiro passo para tornar essa expectativa dos gremistas em algo real não teve final feliz. Na última sexta-feira (8), segundo também foi revelado por Renato, representantes do clube e do atacante atualmente com 33 anos de idade se reuniram na cidade de São Paulo para conversas mais concretas, porém, ao que tudo indica, não se chegou a um consenso.


Continua depois da publicidade-pix


O atacante é um desejo do técnico do Grêmio há bastante tempo, mais precisamente desde 2017 de acordo com o que publicou o jornalista Eduardo Gabardo em sua coluna no portal GaúchaZH. Mesmo sabendo que seria difícil tirar o atleta na época do Shandong Luneng-CHN principalmente pela questão salarial, Renato estava apenas “plantando a semente”, já imaginando contar com ele no futuro.

Quando o treinador renovou seu contrato com a equipe de Porto Alegre, inclusive, o nome de Tardelli teria sido colocado como um dos alvos principais dentre os reforços de 2019 ao lado de Thiago Neves, meia que preferiu renovar seu vínculo com o Cruzeiro.

-Continua depois da publicidade ©-

A chegada do avante ex-São Paulo e Atlético-MG poderia significar a saída de um dos nomes mais antigos do plantel no sistema ofensivo pelo excesso de peças. André até surgiria como a opção mais provável pelo carinho que o torcedor e o próprio Renato nutrem pela dedicação de Jael, mas uma proposta do futebol japonês pelo Cruel pode acabar mudando o cenário.





-Patrocinador-