Rio continua em estágio de crise depois das chuvas de ontem

0

Depois da forte chuva que caiu na noite de quarta-feira (6) no Rio de Janeiro, a cidade permanece hoje (8) em Estágio de Crise, o terceiro na escala de três. Decretado às 22h15 de quarta-feira, a situação permanece devido a interdições e bolsões de água.

Segundo o Centro de Operações da prefeitura (COR), a Avenida Niemeyer, em São Conrado, uma das ligações da zona sul da cidade com a zona oeste, permanece interditada nos dois sentidos. A via foi atingida por um deslizamento que soterrou um ônibus, matando duas pessoas. Ao todo, seis pessoas morreram em decorrência das chuvas.

No balanço divulgado no início da tarde, o COR informou que também permaneciam interditados os mergulhões das avenidas Armando Lombardi e Ayrton Senna, ambos na Barra da Tijuca, devido a bolsões de água;  a Estrada do Joá, na altura da Rua Gabriel Garcia Moreno e o tablado superior do Elevado do Joá, devido a deslizamentos; a Estrada das Canoas, altura do número 813, em São Conrado, por queda de poste; a Ladeira do Leme, Rua Coelho Cintra e Avenida Carlos Peixoto, devido a quedas de árvore; e a Rua General Canabarro, altura do Colégio Militar, no Maracanã, devido a uma queda de árvore.

O sistema Alerta Rio prevê que o céu ficará nublado a parcialmente nublado no dia de hoje, com pancadas de chuva isoladas no fim do dia e ventos fracos a moderados. Para sábado, domingo e segunda-feira a previsão do Alerta Rio é de céu parcialmente nublado a nublado e sem chuva na cidade. Na terça-feira (12), deve voltar a chover com pancadas moderadas a forte a partir da noite, com possibilidade de raios e rajadas de vento.

Segundo informações da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), foram registradas 186 quedas de árvores na cidade. A Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil recebeu 513 chamados para vistoria em decorrência das chuvas, entre as 19h de quarta e as 20h20 de ontem.

Edição: Fábio Massalli