AGU reuniu-se com presidente da Vale e cobra transparência

0

O advogado-geral da União, André Mendonça, reuniu-se na tarde desta quarta-feira (6) com o presidente da Vale, Fabio Schvartsman, em Brasília. Em nota divulgada pela AGU, Mendonça cobrou mais transparência da mineradora “em relação às ações que a mineradora está adotando após o rompimento de barragens em Mariana e Brumadinho (MG).”

“Mendonça disse que a empresa deveria ‘mudar a postura’ e ‘dar sinais claros para a sociedade’ de que pretende adotar medidas efetivas de reparação dos danos ambientais, humanos e socioeconômicos causados pelos rompimentos”, diz a nota.


De acordo com a AGU, a Vale informou que irá cadastrar imediatamente famílias que perderam parentes e moradias em decorrência dos acidentes para o pagamento de indenizações.

O número de mortos após o rompimento de uma barragem de rejeitos da mineradora Vale em Brumadinho, Minas Gerais, subiu para 150, conforme balanço divulgado ontem (6) pela Defesa Civil do estado. Desse total, 134 vítimas foram identificadas e 16 permanecem sem identificação até o momento. Ainda de acordo com a atualização, 182 pessoas continuam desaparecidas, sendo 55 funcionários da Vale e 127 terceirizados e membros da comunidade.

  Papa lava os pés de 12 presidiários em Roma, um deles brasileiro

A tragédia deixou, ao todo, 103 desabrigados. Três pessoas permanecem hospitalizadas.

Edição: Carolina Pimentel