Chuva diminui de intensidade e Rio volta ao estágio de normalidade

0

O Centro de Operações da prefeitura do Rio informa que o município do Rio de Janeiro retornou ao estágio de normalidade às 16h30 desta terça-feira, (5) depois de permanecer em estágio de atenção desde as 8h20 da manhã de ontem (4). Os núcleos de chuva com intensidade moderada a forte, que atuavam no município, se dissiparam. Neste momento, há apenas registro de chuva fraca em pontos isolados da cidade.

Somente no bairro de Guaratiba, na zona oeste, choveu em 24 horas, 218,8 milímetros (mm), quando em fevereiro o normal é chover 108 mm em todo o mês.


Outra região atingida é a comunidade Rio das Pedras, em Jacarepaguá. Por estar no nível das lagoas, qualquer chuva alaga as principais ruas do bairro. Com a falta de saneamento básico, o nível da água demora a escoar e a população e o comércio tem prejuízos quando chove mais forte na região. A água da chuva demora de dois a três dias para escoar completamente.

Segundo o Alerta Rio, a previsão para as próximas horas é de chuva fraca, podendo ser moderada em pontos isolados. O estágio de normalidade, primeiro em uma escala de três, é caracterizado pela ausência de chuva ou ocorrência de chuva fraca nas próximas horas.

  CCJ marca votação da reforma da Previdência para a manhã desta quarta

O município do Rio registrou 55 bolsões de água em pontos diferentes da cidade. Os principais pontos de alagamentos ocorreram na Praia do Caju, na região portuária do Rio, na Comunidade da Muzema, no Itanhangá, perto da Barra da Tijuca e na Estrada do Mendanha, em Campo Grande, ambas na zona oeste da cidade e as equipes da Companhia de Limpeza Urbana (Comlurb) e da Secretaria de Conservação do município continuam trabalhando nesses locais.

Houve também a queda de 10 árvores, sendo que três delas continuam interditando as pistas. A mais recente ocorreu na Praia Congonhas do Campo, altura do Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes), na Ilha do Governador. O acesso ficou impedido para passagem de veículos. Equipes de limpeza já seguiram para o local para liberar o acesso.

Edição: Sabrina Craide