Mulher que está desaparecida em MT tinha medida protetiva contra ex que foi preso no PR suspeito de feminicídio

Rosângela da Silva, de 32 anos, denunciou Alessandro Lautclenguer, de 31 anos, por ameaça, no dia 3 deste mês, quando já tinha uma medida protetiva contra o suspeito.

0
Rosângela da Silva, de 32 anos, está desaparecida há quase uma semana — Foto: Arquivo pessoal

Antes de desaparecer, Rosângela da Silva, de 32 anos, que é de Nova Mutum, a 791 km de Cuiabá, tinha registrado uma denúncia contra o ex-namorado Alessandro Lautclenguer, de 31 anos, por ameaça. Ela fez a denúncia no dia 3 deste mês, quando já tinha uma medida protetiva contra o suspeito.

Alessandro foi preso nessa quarta-feira (30), em Foz do Iguaçu (PR), ao tentar cruzar a fronteira para o Paraguai.

Rosângela foi vista pela última vez na companhia dele. Ele é suspeito do desaparecimento e teve a prisão temporária decretada por suspeita de feminicídio.

A prisão temporária de 30 dias foi decretada até que a polícia esclareça o desaparecimento da mulher. Ela sumiu no dia 25 deste mês.

Na noite do dia em que ela desapareceu, uma testemunha viu Rosângela saindo com Alessandro, no carro dele, durante uma discussão séria entre o ex-casal.

Segundo o pai de Alessandro, o filho apareceu em casa, por volta de 6h da manhã seguinte, pegou algumas peças de roupa e saiu rapidamente sem conversar. Ele também deixou o carro na frente da residência.

As investigações policiais apuraram que, no sábado (26), Alessandro deixou a cidade com o objetivo de fugir para o Paraguai

Ele passou a ser monitorado.

Nova Mutum: empresário que desapareceu com sua ex-mulher é preso no Paraná