Servidores da Unemat encerram greve contra atraso de salário e não pagamento de RGA em 2018

Categorias dizem que não receberam salários, nem parte do 13º, e reclamam que o governo descumpriu acordo para o pagamento parcelado da recomposição inflacionária - referente a 2017. Decisão foi tomada em assembleia na terça-feira (29).

0
Servidores técnicos da Unemat decidiram encerrar greve — Foto: Divulgação/Unemat

Os profissionais técnicos da Universidade de Mato Grosso (Unemat) encerraram a greve contra o atraso nos salários e o descumprimento por parte do governo do acordo para o pagamento parcelado da Revisão Geral Anual (RGA) – recomposição inflacionária – referente a 2017, que deveria ter sido concedido em 2018.

A greve teve início na sexta-feira (25) e foi encerrada na terça-feira (29). A decisão da categoria foi tomada durante assembleia da categoria.

--
-Continua depois da publicidade ©-
--

Cerca de 51% dos presentes votaram pelo encerramento da greve, enquanto 33% optaram pela manutenção do movimento grevista.

Na terça-feira (22), a categoria emitiu uma nota sobre a decisão de iniciar a greve.


-Continua depois da publicidade ©-

“O atraso salarial que já havia acontecido no mês de dezembro de 2018 se repetiu neste mês de janeiro, porém em situação mais grave: o governo parcelou os salários em três diferentes datas (10, 24 e 30/01), com parte do funcionalismo só recebendo os seus vencimentos no penúltimo dia do mês de janeiro”, diz trecho do documento.

Parte dos servidores também está com o 13º salário, que deveria ter sido pago até dia 20 de dezembro atrasado. Conforme o sindicato, os servidores, que nos últimos anos recebiam o 13º salário no mês de aniversário, ficaram sem receber nos meses de novembro e dezembro.