Palmeiras bate São Caetano no ABC

0

A vitória por 2 a 0 sobre o São Caetano na noite deste domingo (27), no Estádio Anacleto Campanella – gols de Borja e Luan –, rendeu ao time de Luiz Felipe Scolari uma marca invicta que não era alcançada desde 2013, quando o time ficou por 12 jogos sem perder. No retrospecto atual, são sete vitórias e cinco empates, sendo que o Alviverde foi batido pela última vez em 24/10/2018, contra o Boca Juniors-ARG, pela Libertadores.

As partidas que constituem essa sequência sem reveses do time palmeirense são as seguintes: Flamengo (1 a 1), Boca Juniors-ARG (2 a 2), Santos (3 a 2), Atlético-MG (1 a 1), Fluminense (3 a 0), Paraná Clube (1 a 1), América-MG (4 a 0), Vasco da Gama (1 a 0), Vitória-BA (3 a 2), Red Bull Brasil (1 a 1), Botafogo-SP (1 a 0) e São Caetano (2 a 0).

Já a série imposta em 2013 foi registada entre 11/06 e 21/08 daquele ano, quando a equipe venceu 11 jogos e empatou apenas um, à época, sob o comando do técnico Gilson Kleina. Os duelos que copõem aquela série invicta foram diante do América-RN (2 a 0), Oeste (4 a 0), ABC-RN (4 a 1), Figueirense-SC (3 a 2), Guaratinguetá (1 a 1), Icasa-CE (4 a 0), Bragantino (2 a 1), São Caetano (2 a 1), Paraná Clube (2 a 1), Joinville-SC (1 a 0), Paysandu-PA (4 a 0) e Atlético-PR (1 a 0).

Individualmente, alguns jogadores se destacaram no duelo frente o São Caetano. É o caso de Borja, que reencontrou o caminho das redes. O colombiano marcou o primeiro gol do clube na temporada de 2019, empate por 1 a 1 contra o Red Bull Brasil. Além disso, Borja balançou as redes 20 vezes no ano passado, sendo o goleador máximo do time na tempoada, conquistando – inclusive – o posto de goleador máximo em duas diferentes competições: o Paulista (sete gols) e a Conmebol Libertadores (9 gols). Nos jogos-treino disputados no início deste ano, o atacante marcou o tento da vitória por 1 a 0 sobre o Comercial-SP, no dia 12 de janeiro.

Diogo Barbosa também não fica para trás. Poupado da partida contra o Botafogo-SP, o lateral-esquerdo completou sua 40ª partida com a camisa do Palmeiras em grande estilo: concedeu assistência para o gol do zagueiro Luan (segundo da partida) – tento que selou de vez o triunfo palestrino. Em 2018, após superar uma entorse no tornozelo esquerdo, sofrida ainda na pré-temporada, o jogador atuou 38 vezes. Neste ano, Diogo participou do empate em 1 a 1 contra o Red Bull, fora de casa, na estreia do Campeonato Paulista, e, agora, desta vitória ante o Azulão.

A noite também foi especial para Jailson, que voltou a atuar pelo time – desde o início do ano, Felipão vem fazendo um rodízio com os goleiros alviverdes. Weverton e Fernando Prass já haviam atuado na temporada. O camisa 42 palmeirense havia jogado pelo time pela última vez em 23/09/2018, vitória por 1 a 0 sobre o Sport-PE em plena Ilha do Retiro. No Verdão desde 2014, o arqueiro esmeraldino atuou pelo clube, ao todo, em 72 duelos (46V, 19E e 7D), além de ter se sagrado campeão da Copa do Brasil de 2015 e dos Brasileirões de 2016 e de 2018.



O Palmeiras volta a campo na próxima quarta-feira (30), na Arena Barueri, onde vai encarar o mandante Oeste. O duelo será válido pela quarta rodada do Campeonato Paulista. Depois disso, na quinta rodada, o Verdão recebe o Corinthians no Allianz Parque para a disputa de mais um derby, no dia 02/02 (sábado), às 17h.