Quando suspeitar de anemia?

0

Você conhece alguém que está pálido e com falta de vontade para realizar as atividades do dia a dia? Conhece alguém que tem anemia? É disso que trataremos aqui.

 


Quando suspeitar de anemia?

Os sintomas são variados e dependem da gravidade do caso, mas geralmente sente-se fraqueza, desânimo, sonolência, tontura, dores de cabeça, e pele e mucosas (por exemplo, da gengiva e das pálpebras) ficam mais pálidas do que o habitual.

Em crianças, além desses sintomas, deve-se ficar atento à outras queixas, como dificuldade de aprendizado, apatia e redução de apetite.

Diante da suspeita de anemia, procure um médico para diagnóstico e tratamento específico.

 

O que é anemia?

Anemia é o nome dado para a redução na corrente sanguínea dos níveis de hemoglobina, proteína que transporta o oxigênio para os tecidos do corpo, e se encontra principalmente dentro dos glóbulos vermelhos, chamados de hemácias.

No mundo estima-se que há mais de 2 bilhões de pessoas com anemia, o que equivale a cerca de 30% da população.

Diagnóstico

O diagnóstico de anemia é feito por meio de exame de sangue chamado hemograma, que avalia a concentração de hemoglobina. Em homens adultos, o valor normal é 13 g/dl, em mulheres é 12 g/dl, e em crianças de até cinco anos é 11 g/dl.

Uma vez feito o diagnóstico busca-se entender a causa do problema, e para isso algumas informações podem ajudar.

Se alguém na sua família tem anemia, a chance de você também tê-la por algum problema genético, como talassemia ou doença falciforme, é maior.

Crianças, a depender do lugar onde moram e das condições de saneamento básico dele, devem ser avaliadas para investigar se não têm vermes.

 

Causas de anemia

Deficiência de ferro, também chamada de anemia ferropriva, é a causa mais comum da doença, e pode ocorrer, por exemplo, em quem não está comendo carne – principalmente a vermelha –, ou vegetais como feijão e espinafre, que são alimentos ricos em ferro. Além disso, a enfermidade pode afetar também quem está perdendo sangue em excesso, mesmo que mantenha uma alimentação adequada.

Outra deficiência nutricional que pode causar anemia é a de vitamina B12, encontrada apenas em alimentos de origem animal, como carne, ovos e leite.

Doenças crônicas como AIDs, insuficiência renal, enfermidades inflamatórias e muitas outras, podem interferir na produção dos glóbulos vermelhos e causar anemia. Diversos tipos de câncer também podem ter o mesmo efeito.

Existem muitas outras causas de anemia, como:

  • Problemas na medula óssea (fábrica de sangue do organismo), por exemplo, mielodisplasias e leucemias
  • Exposição à agentes tóxicos
  • Administração de determinados medicamentos
  • Alguns tipos de doenças autoimunes e outras infecciosas (como malária e esquistossomose).

Sintomas

São sinais de alerta:

  • Dor no peito
  • Falta de ar para realizar pequenos esforços
  • Sensação de batimentos cardíacos muito acelerados
  • Pressão baixa
  • Desmaios

Esses sintomas podem estar associados a uma anemia mais grave, e nesse caso deve-se procurar um pronto socorro imediatamente.

Quem emagrece mesmo comendo o volume de comida habitual e fica pálido, deve ser investigado.

Se você está perdendo mais sangue do que o organismo é capaz de produzir, em algum momento poderá ter anemia. Esse problema é especialmente importante em mulheres com fluxo menstrual acima do normal.

Deve-se reparar, por exemplo, se não há sangue na urina, na vagina ou nas fezes, pode ser um vivo ou um digerido, chamado de melena, de cor preta e odor fétido.

Tratamento

Muitas doenças podem ter como consequência a anemia, por isso não tome remédios prescritos para vizinhos, não inicie dietas mirabolantes e não consuma suplementos vitamínicos sem recomendação de um especialista. Essas orientações sem fundamento podem lhe prejudicar.

Você pode ter anemia por uma doença mais grave, como insuficiência renal, infecção ou até mesmo câncer, e estar perdendo tempo tomando, por exemplo, ferro, ao invés de se tratar corretamente.

Se você notou que tem algum dos sintomas citados, procure um médico, nesse caso o mais indicado é o hematologista.


Paulista de Taubaté, Aldo José dos Santos é médico generalista graduado pela UNITAU. Colabora também no portal Leet Doc

 

| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui