Criança é internada com suspeita de ter ingerido soda cáustica e mãe é presa em Cuiabá

0
Foto: Luiz Alves/Secom-Cuiabá

Uma criança de um ano está internada no Pronto Socorro de Cuiabá suspeita de ter ingerido soda cáustica. A mãe foi presa por omissão de socorro.

Conforme o boletim de ocorrência, a mãe da criança, Letícia de Oliveira da Silva, de 31 anos, levou o filho para a policlínica do Bairro Pedra 90 dizendo que ele havia se engasgado com espinha de peixe.


Continua depois da publicidade-pix


A médica que atendeu a criança afirmou à Polícia Militar que durante o atendimento o pai do bebê, Leandro Leite dos Santos, de 28 anos, chegou na unidade de saúde dizendo que uma vizinha havia visto quando o filho ingeriu soda cáustica.

Letícia teria agido com agressividade com a equipe médica e levado o filho embora. Consta no boletim de ocorrência que a mãe tirou a criança à força do pronto atendimento.

-Continua depois da publicidade ©-

Acionada pelos médicos, a Polícia Militar esteve na policlínica e, em seguida, foi até a casa da família, localizada no Bairro Cinturão Verde, em Cuiabá.

Os policiais afirmaram que a mãe do bebê apresentava sinais de embriaguez.

A PM teve que utilizar força física para colocar a mãe dentro da viatura para levá-la com a criança até a UPA do Bairro Pascoal Ramos, pois tanto o pai quanto a mãe, teriam ficado exaltados e agressivos.

A criança foi atendida inicialmente pelo médico plantonista da UPA do Pascoal Ramos, que observou inicialmente que a criança apresentava sintomas de ter ingerido alguma substância como soda cáustica, mas que não teria como confirmar o diagnóstico. Ele solicitou que a criança fosse encaminhada até o pronto-socorro, onde foi atendida por um médico.

O profissional relatou que pela avaliação clínica, tudo leva a crer que a criança tenha ingerido soda cáustica, mas que seria submetida a um exame de endoscopia para obter um diagnóstico preciso. A criança ficou no Pronto Socorro de Cuiabá, aos cuidados do pai.





-Patrocinador-