Titular da Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico conhece modelo de gestão da CEAGESP

0

Em visita a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP), o titular da Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Gilberto Gonçalo Gomes, discutiu modelos de negócio para o setor de entrepostagem de frutas, verduras e legumes. Ele foi recebido nesta quinta-feira (17) pelo diretor-presidente da instituição, Johnni Hunter Nogueira, e pela coordenadora de Comunicação e Marketing, Luciana Casa.

O secretário aproveitou a ocasião para conhecer a estrutura do local, passando por diversos pavilhões como o de frutas e legumes e o do Mercado Livre do Produtor (MLP). “Além de ser apresentado a toda a estrutura de logística, gestão de espaços, frente de serviços diretos e indiretos, abastecimento e armazenagem, aproveitamos para conhecer o modelo de administração adotado pelo Governo Federal”, diz.

Isso porque a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo é uma empresa pública federal, sob a forma de sociedade anônima, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e representa um importante elo na cadeia de abastecimento de produtos hortícolas.

Ela possibilita que a produção do campo, proveniente de vários estados brasileiros e de outros países, alcance a mesa das pessoas com regularidade e qualidade. Para tanto, conta com duas unidades de negócios distintas e que são complementares: a armazenagem e a entrepostagem.

De acordo com Gilberto o encontro rendeu oportunidades de troca de experiências e disponibilização de acessos a sistema de TI para auxiliar em frentes de atuação para a Secretaria, inclusive de auxilio de planos de aquisição pública de alimentos. “Conhecemos também o Banco de alimentos e nos foi oportunizado dialogar sobre esta proposta.”

Além disso, o representante cuiabano foi convidado para reuniões em outras unidades referência de São Paulo, como Campinas, e para o Fórum Nacional de Abastecimento. “O prefeito Emanuel Pinheiro nos deu a missão de buscarmos conhecimento, fazendo benchmark com os órgãos que mais se destacam no país. Esta interação possibilita o aprendizado e técnicas de gestão que podem acrescentar à nossa experiência com o setor em Cuiabá”, finaliza.