Profissionais do Siminina participaram da primeira capacitação de 2019

0

As atividades do programa Siminina de 2019 ainda não começaram, mas a equipe de trabalho já está a todo vapor para mais um ano de muitas atividades. Com o objetivo de aprimorar o atendimento, buscando a excelência dos serviços realizados nas 16 unidades do projeto, as monitoras e auxiliares participaram de palestras, dinâmicas, rodas de conversa e oficinas relacionadas ao trabalho, durante três dias.

Foram abordados vários assuntos como a revisão do papel de cada membro da equipe, psicologia e infância, a arte de contar histórias, a importância do planejamento, plano de aula, de trabalhar com atividades lúdicas, bullying, inclusão social, orientação sexual, cuidados pessoais e com a higiene. “Nós precisamos estar sempre estudando, para conseguir melhorar cada vez mais o atendimento. Esse encontro acontece em dois momentos, no começo e meio do ano, o que contribui para um serviço cada vez mais humanizado”, ressalta a coordenadora do Programa Siminina, Dalma Beatriz Monteiro Corrêa da Costa e Silva.

Para a assessora pedagógica, Arlene Saldanha a capacitação da equipe técnica ajuda a integrá-las no grupo e também a traçar planos para o ano. “Essas capacitações servem para ouvir as demandas, opiniões, para um melhor direcionamento, pois cada menina tem uma realidade diferente. É preciso muita dedicação e envolvimento, sempre com um olhar diferenciado. As monitoras são o coração do Siminina”, reforçou.

Benedita Souza Mendes – a Morena, auxiliar de monitora, trabalha na unidade do Distrito da Guia e considera a capacitação como uma oportunidade de aperfeiçoar a rotina de trabalho. “Nós que atuamos diretamente nas unidades, conhecemos a realidade da nossa região. Cada dia somos surpreendidas com novas situações, por isso que temos que estar preparadas emocionalmente, materialmente e psicologicamente para lidar com cada caso. Não podemos misturar as emoções, temos que encontrar formas de ajudar essas meninas, devolvendo a autoestima e preparando para um futuro melhor. Devemos estar sempre embasadas no carinho e amor, esse é o segredo”, disse Morena.


Criado há quase 20 anos, o projeto tem como madrinha a primeira-dama do Município, Márcia Pinheiro e é hoje considerado o maior programa de convivência e fortalecimento de vínculos para crianças e adolescentes sendo referência para outros municípios não só de Mato Grosso mas também de outros estados, como Mato Grosso do Sul.


--Continua depois da publicidade ©--

Cerca de 1,2 mil meninas são atendidas nas 16 unidades e uma série de atividades que foram implantadas: aulas de inglês, balé, reforço escolar, cuidados médicos e psicológicos, entrega de óculos. As atividades são realizadas sempre no contraturno escolar. Agora, na atual gestão, o programa conta também com o Jovem Siminina, trazendo o atendimento para as meninas na faixa etária acima dos 14 anos, preparando-as para o mercado de trabalho.



--PATROCINADO--