Ideb e CiteLucas foram destaques na Educação em 2018

Ao todo, a gestão investiu 33% do orçamento do município na educação

0

Nesta segunda-feira (14), a secretária municipal de Educação, Cleusa De Marco, em entrevista coletiva com a imprensa local realizou a apresentação do balanço das ações na área da educação em 2018 e os projetos planejados para 2019.

Para iniciar a conversa, a secretária apresentou alguns números de 2018. No último ano, a rede municipal atendeu 10.300 alunos nas 17 unidades de ensino. Foram investidos R$ 7.400,00 por aluno/ano, no ensino fundamental e R$ 12 mil por aluno/ano na creche e ensino integral. Foram servidas quase quatro milhões de refeições na merenda escolar. Ao todo, a gestão investiu 33% do orçamento do município na educação.


Continua depois da publicidade

“O objetivo da administração é garantir o acesso, a permanência e a qualidade da educação. Para isso, realizamos diversas ações e todos estes projetos, programas e investimentos estão dentro do programa Cidade do Conhecimento. A proposta é tornar a educação de Lucas do Rio Verde referência, dessa forma, trabalhamos para efetivar uma gestão democrática, de qualidade e dando transparência na aplicação dos recursos”, explicou Cleusa.

Entre os investimentos efetivados em 2018, está a aquisição de um furgão para a padaria escolar e cinco ônibus escolares. Atualmente, são transportados 1.300 alunos diariamente. Para 2019, está prevista a aquisição de mais cinco ônibus.

-Continua depois da publicidade ©-

Na questão da estrutura física das escolas, muitas receberam melhorias na infraestrutura, foi realizada a entrega do Centro de Educação Infantil Girassol, e foram iniciadas as ampliações da Escola Municipal Caminho para o Futuro, do Centro de Educação Infantil Balão Mágico e da Creche Menino Jesus. Em 2018, foi promovido um aumento de 18% no número de vagas das creches e de 13% na pré-escola.

De acordo com a secretária, a gestão se preocupa muito com a valorização dos profissionais, dessa forma, foram ofertadas mais de mil horas em formação continuada. As formações atendem todos os profissionais, como merendeiras, professores da educação infantil e ensino fundamental.

Cleusa também destacou que no ano passado foi dado um grande passo na educação do município com a criação da Política Municipal de Ciência, Inovação e Tecnologia Educacional. “Adquirimos 10 laboratórios móveis de informática, com 360 chromebooks e lançamos o Programa de Ciência, Inovação e Tecnologia Educacional (CiteLucas), em parceria com a UFMT, agora vamos criar o Núcleo de Tecnologia, o Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação e o Fundo Municipal. Ainda para 2019 na área da tecnologia, serão adquiridos kits de laboratório de ciências e robótica”.

“2018 foi um ano de muito trabalho, renovamos a proposta curricular de acordo com a Base Nacional Comum Curricular, informatizamos a contagem de pontos e de atribuição de aula, e ainda estudamos e elaboramos a proposta de PCCS para servidores não-docentes da educação”, comentou Cleusa.

Com todo este trabalho, os resultados são positivos. No último Ideb (2017), divulgado no ano passado, o município conquistou o 2º lugar no Mato Grosso com um dos melhores Índices de Desenvolvimento da Educação Básica entre as escolas municipais, obtendo a nota 6.7 no ensino fundamental anos iniciais e 5.8 nos anos finais.

De Marco também pontuou a dedicação do prefeito Luiz Binotti para a implantação de um campus da Unemat e da UFMT no município. “Iniciamos no ano passado os cursos de engenharia civil e de alimentos pela Unemat para atender a população luverdense, e continuamos fazendo a gestão junto ao Estado para implantar o campus avançado da Unemat em Lucas do Rio Verde”.

Das ações planejadas para 2019, a secretária evidenciou a criação de um centro de formação de professores, construção de uma escola de ensino integral no bairro Jaime Seiti Fujii, ampliação de vagas nas creches, fortalecimento das equipes multiprofissionais, conclusão do censo educacional, informatização das escolas e ampliação das formações continuadas.

Para concluir, Cleusa salientou que “o conhecimento transforma e está em todos os setores, em todos os lugares, não só nas escolas, então transformar todos os espaços de Lucas do Rio Verde em um local onde possa adquirir conhecimento é o desafio, é a meta do programa Cidade do Conhecimento. A gestão do prefeito Binotti tem como objetivo priorizar as ações da educação, porque é através da educação que nós vamos transformar vidas, vamos construir dignidade e construir uma cidade mais justa, onde todos possam viver em paz e com respeito mútuo”.





-Patrocinador-