Premiê da Itália agradece apoio de Bolsonaro para captura de Battisti

0

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, disse hoje (13) ter conversado por telefone com o presidente Jair Bolsonaro. Na conversa, Conte agradeceu o apoio prestado pelo Brasil às autoridades italianas e bolivianas na captura de Cesare Battisti, condenado a prisão perpétua na Itália.

A Justiça italiana sentenciou Battisti pelo assassinato de quatro pessoas, na década de 1970, quando integrava o grupo Proletários Armados pelo Comunismo, um braço das Brigadas Vermelhas. Ele se diz inocente. Para as autoridades brasileiras, ele é considerado terrorista.


Em seu perfil no Facebook, Giuseppe Conte mencionou as famílias das vítimas. “As famílias Santoro, Torregiani, Sabbadin e Campagna poderão, finalmente, obter justiça. A captura e expulsão de César Battisti são um resultado esperado há mais de 40 anos, que devemos principalmente a eles, bem como às outras vítimas de suas ações criminosas”, postou Conte.

Paralelamente, o ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, reiterou os agradecimentos aos brasileiros e bolivianos. Ele usou as redes sociais para transmitir a mensagem.

“Agradeço às forças policiais italianas e estrangeiras, à polícia italiana, à Interpol, à Aise [agência italiana de inteligência] e a todos aqueles que trabalharam para a captura de #CesareBattisti, um delinquente que não merece uma vida confortável na praia, pelo seu trabalho árduo para terminar seus dias na cadeia”, escreveu Salvini, no seu perfil no Twitter.

  Culto ecumênico marca uma semana de massacre em Suzano

*Com informações da RAI, emissora pública de televisão da Itália

Edição: Wellton Máximo