Em MT, policiais de fronteira fazem cursos com instituições internacionais e órgão recebe R$ 13 milhões para sistema de comunicação

0

O Grupo Especial de Fronteira (Gefron), este ano, deve receber um investimento de R$ 13 mihões, por um convênio com a Secretria Nacional de Segurança Pública (Senasp). O recurso será investido na melhoria do sistema de rádio comunicação entre o grupo e demais órgãos responsáveis pela segurança na fronteira.

De acordo com o Tenente Coronel José Nildo de Oliveira, a digitalização do sistema de comunicação vai melhorar a qualidade e a segurança da comunicação entre os órgãos.


Ele afirmou ainda que, para 2019, o Gefron vai continuar investindo em treinamento, com foco em policiamento de fronteira.

“A exemplo do que ocorreu no ano passado, vamos continuar participando de cursos em parceria com INSTITUIÇÕES internacionais e policiais de fronteiras de outros estados brasileiros”, comentou ele.

Segundo ele, a Bolívia já manifestou a intenção de enviar policiais de lá para participar dos cursos realizados em Mato Grosso.

Outro investimento importante será a conclusão e entregar de uma posto de fiscalização na Comunidade do Limão, na BR-070.

“A previsão é de que o posto seja entregue até final de junho e isso vai fortalecer a fiscalização”, afirmou.

Também foram feitos investimentos em armamento e outros equipamentos para melhor desempenho dos trabalhos dos policiais.

  Secretaria de Saúde realiza pagamento de verbas destinadas a municípios e ao Samu

“Nossa intenção é melhorar e garantir maior segurança na linha de fronteira e maior êxito no combate ao crime organizado”, disse.


| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui