Soja: colheita tem início de forma antecipada em Mato Grosso

0

Na fazenda São Francisco, em Campo Verde – sudeste de Mato Grosso, o motor da colheitadeira foi ligado nesta terça-feira, dia 18. Sob um sol forte, a máquina começou a rasgar a lavoura de 150 hectares, semeados com sementes super-precoces. Foram noventa dias entre o plantio e o início da colheita. O agricultor Ítor Cherubini está esperançoso com o desempenho da plantação. Como a ajuda do tempo (sol e chuva nas horas certas), a lavoura se desenvolveu bem e a expectativa é de que cada hectare produza entre 55 e 60 sacas em média.

Em Nova Ubiratã, região médio-norte, também tem lavoura em fase inicial de colheita. De acordo com Albino Ruiz, presidente do Sindicato Rural do município, uma fazenda com área de pivô já começou a colheita. A previsão é de que nos próximos dias outras propriedades também levem as máquinas para o campo.


Continua depois da publicidade

Segundo Ruiz, o clima foi um dos principais fatores que ajudaram a antecipar a safra na região (assim como em todo estado). O bom volume de chuvas contribuiu para o desenvolvimento da oleaginosa em Nova Ubiratã. Por lá, foram plantados cerca de 400 mil hectares de soja nesta safra. A estimativa do Sindicato Rural é de que a produtividade média fique em torno de 56 sacas por hectare.

A previsão do Instituto Mato Grossense de Economia Agropecuária (Imea) é de que em Mato Grosso sejam produzidos nesta safra cerca de 32,4 milhões de toneladas de soja.

-Continua depois da publicidade ©-

Ferrugem Asiática

Enquanto os primeiros movimentos de colheita começam a ser registrados, a atenção dos produtores também se volta para a ferrugem, principal doença que ameaça as lavouras de soja. O Consórcio Nacional Antiferrugem confirmou a primeira ocorrência de ferrugem em lavoura comercial nesta safra em Mato Grosso. Este caso foi registrado em Sapezal, região oeste do estado. A área atingida foi plantada na segunda quinzena de setembro e está no estádio “R6”, quando as vagens estão cheias e os grãos ainda verdes. A presença do fungo nas lavouras coloca em alerta os agricultores, já que o tempo quente e úmido favorece a proliferação da doença.

Em todo o país o Consórcio Antiferrugem já registrou 101 ocorrências de ferrugem nesta safra. O estado do Paraná lidera o ranking, com 43 casos ao todo.

 





-Patrocinador-