Procurador de Mato Grosso José Vitor Gargaglione morre aos 60 anos após luta contra câncer

0
Foto: Rogério Florentino / OD / Reprodução

A família do procurador do Estado José Vitor Gargaglione faleceu na madrugada desta quinta-feira (5), em Cuiabá. Gargaglione foi diagnosticado com câncer de bexiga em 2016 e morreu aos 60 anos. Ele já atuou como corregedor da Procuradoria Geral do Estado (PGE) e recebeu diversas homenagens durante sua carreira.

Ex-procurador geral na gestão Dante de Oliveira, José Vitor é considerado um dos mais experientes e respeitados procuradores do Estado. Também foi subprocurador,  defensor geral e corregedor da Procuradoria Geral do Estado (PGE) por quatro vezes.


Durante sua carreira ele recebeu diversas homenagens, entre elas uma honraria concedida pelo então governador Silval Barbosa, pelo seu sucesso nos tatames e por ajudar a introduzir o jiu-jitsu no Estado.

Ele era conhecido por sua preocupação em levar uma vida saudável, cuidava da alimentação e praticava esportes. Gargaglione veio do Rio de Janeiro para Mato Grosso em 1980 e foi um dos responsáveis por introduzir o jiu-jitsu no Estado.

A relação do procurador com o jiu-jitsu é tão forte, que ele, inclusive, foi casado com uma descendente da família Gracie, o “clã” que difundiu a arte marcial no Brasil e criou o que hoje se chama de Brazilian Jiu-jitsu, uma das técnicas mais usadas nos octógonos das Artes Marciais Mistas (MMA, em inglês) pelo mundo.

  Menos da metade das vagas do Mais Médicos são preenchidas em Mato Grosso

Ele cursou direito na Universidade Federal de Mato Grosso e no serviço público atuou por quase 30 anos, recebendo também várias homenagens por seu trabalho. Já no ano de 2016 ele foi diagnosticado com câncer de bexiga. Ele faleceu na madrugada de hoje e está sendo velado na Capela Jardins, sala Tulipas, desde as 8h de hoje (5).


| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui