Politec participa de “Operação Sangria” em Mato Grosso

Politec participa de “Operação Sangria”

0

Quatro peritos em Computação Forense estão trabalhando na extração e análise de dados de servidores, computadores e câmeras de segurança de três empresas alvo da Operação Sangria deflagrada, nesta terça-feira (04.12), pela Polícia Judiciária Civil.

As extrações fazem parte dos onze mandados de buscas e apreensão cumpridos na manhã desta terça-feira (04.12), na operação “Sangria”, que visa apurar irregularidades em contratos de prestação de serviços médicos hospitalares, firmados com o município de Cuiabá e o Estado de Mato Grosso.


Os mandados de busca e a apreensão são cumpridos na Capital e foram expedidos pela 7ª Vara Criminal de Cuiabá, na investigação que visa arrecadar provas documentais para confirmar denúncia referente a um grupo de médicos, com participação societária oculta em três empresas de serviços médicos, na capital e interior do estado.

Nome da Operação

O nome da operação “Sangria” é alusivo a uma modalidade de tratamento médico que estabelece a retirada de sangue do paciente como tratamento de doenças, que pode ser de diversas maneiras, incluindo o corte de extremidades, o uso de sanguessugas ou a flebotomia.

  Assaltante foge e é preso após vítima 'gritar' durante roubo em Lucas do Rio Verde

| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui