Extensionista da Empaer recebe medalha Ordem do Mérito de Ater

Extensionista da Empaer recebe medalha Ordem do Mérito de Ater

0

Em comemoração aos 70 anos da Extensão Rural no Brasil, a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) entregou, nesta segunda-feira (03/12), a medalha  “Ordem do Mérito de Ater 2018”, em reconhecimento e valorização do trabalho dos extensionistas rurais. A Extensionista social da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Sandra Regina Andrade Alves, foi homenageada pelo trabalho executado há mais de 34 anos em benefício da agricultura familiar.

“Eu me sinto honrada pelo reconhecimento do trabalho que vem sendo realizado em prol das famílias no campo. A Empaer possui grandes profissionais e a medalha Ordem do Mérito Ater é para ser compartilhada com todos os colegas da empresa. Estou muito feliz, isso é mais um motivo para continuar fazendo sempre o melhor pela agricultura familiar em nosso Estado”, ressalta Sandra.


A comenda foi entregue durante a solenidade de abertura da Semana Nacional do Extensionista Rural 2018, no auditório Nereu Ramos, da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). O Seminário “Desafios da Extensão Rural no Contexto Atual” reúne representantes de todas as instituições que compõem a Rede Nacional de Ater e autoridades convidadas.

Com uma programação especial que se estende até o dia 05 de dezembro, a Semana Nacional do Extensionista Rural 2018 tem como objetivo celebrar os 70 anos da Extensão Rural do Brasil e o Dia do Extensionista Rural, cuja data nacional é comemorada no dia 06 de dezembro.  A iniciativa também tem a proposta de mostrar os principais resultados e as perspectivas das ações da Anater na reestruturação da assistência técnica e extensão rural e na promoção do desenvolvimento rural sustentável, tendo como centro do debate a integração entre a Ater, o ensino e a pesquisa.

  Workshop abordará desafios do vazio sanitário da soja em Mato Grosso

Profissionais de todo Brasil que receberam a homenagem foram indicados pelas instituições públicas prestadoras de Ater onde atuam, em seus respectivos Estados. Estão participando também da Semana Nacional dos Extensionistas, os representantes da Empaer, Carlos Antônio Branco Lopes, coordenador de Ater, e o técnico agropecuário, Esmeraldo de Almeida.

Extensão Rural brasileira

O serviço de Ater teve início em 1930 em Minas Gerais,  quando foi realizada a Primeira Semana do Fazendeiro. Já a primeira experiência extensionista no campo ocorreu em 1948. Atualmente o serviço é oferecido a cerca de 5.359 municípios, e  conta com  a atuação diária de 16 mil extensionistas, que levam aos produtores rurais de todo país conhecimentos tecnológicos, além de incentivo às diversas politicas públicas, que contribuem para o aumento da produção, propiciando melhores  condições de vida  do meio rural brasileiro.


| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui