Prefeito e secretária se reúnem com direção da Unemat para tratar do campus avançado em Lucas do Rio Verde

Encontro realizado em Sinop definiu agenda de trabalho para acelerar o processo de implantação

0

O prefeito de Lucas do Rio Verde, Flori Luiz Binotti, a secretária municipal de Educação, Cleusa De Marco, e a coordenadora de Ensino Superior, Izana Néia Zanardo, estiveram reunidos na manhã de quinta-feira, 29, com diretores e coordenadores da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), em Sinop, para dar continuidade ao processo de instalação de um campus avançado na cidade luverdense. Desde abril, o município conta com dois cursos de bacharelado da instituição (engenharia civil e engenharia de alimentos), vinculados aos campus de Sinop e Barra do Bugres.

 


Representando a Unemat, participaram do encontro o atual diretor Político Pedagógico e Financeiro, Marion Machado Cunha, responsável pela gestão no período 2015/2018, o novo diretor eleito para o cargo, Roberto Alves de Arruda, que responderá pela gestão 2019-2022, o diretor de Unidade Regionalizada Administrativa, Darlan Guimarães Ribeiro, a diretora da Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas, Kelli Cristina Aparecida Munhoz Moreira, a diretora da Faculdade de Educação e Linguagem, Juliana Freitag Scheweikart, o assessor de Gestão Pedagógica, Josivaldo Constantino dos Santos, a coordenadora do curso de Pedagogia, Irene Carrillo Romero Beber, a coordenadora do curso de engenharia civil, Karen Wrobel Straub Schneider, a assessora de Administração, Graziela Lazario, o professor orientador da empresa júnior, Flávio Alessandro Crispim e o presidente da empresa júnior, Rafael Holz.

Sem deixar de lembrar as dificuldades enfrentadas ao longo do processo de instalação dos dois cursos atuais, o prefeito Binotti realçou a importância de acelerar a implantação da universidade pública para atender à mudança de perfil socioeconômico de Lucas do Rio Verde, que, ao tornar-se um polo agroindustrial, passou a ser um município com alta densidade populacional operária. “Precisamos dar uma resposta a essa nova situação e evitar a evasão dos nossos jovens para outros centros de estudos com a garantia da presença efetiva da Unemat”, disse.

Segundo Cunha, a direção da Unemat tem grande interesse em difundir o ensino superior no estado, onde já responde por 13 campus, e Lucas do Rio Verde deverá ser o primeiro município a receber uma unidade avançada com um modelo sem cursos fixos, mas voltados especificamente para atender suas demandas. “Hoje temos alguns cursos de baixa demanda em outros campus da Unemat, que se levados para Lucas do Rio Verde, certamente serão bem aceitos”, avaliou.

  Suspeitos de matar morador de Lucas do Rio Verde são presos no Pará com carro da vítima

Na opinião de Arruda, a decisão precisa ser tomada com urgência e a equipe diretiva de Sinop se empenhará para envolver áreas de apoio de outras unidades objetivando preparar uma agenda de reuniões que culminará com a apresentação do projeto referente ao campus avançado de Lucas do Rio Verde no dia 18 de dezembro, em Cáceres, com a presença de todos os interessados e do novo reitor da Unemat, Rodrigo Zanin. O compromisso para instalação do campus em Lucas do Rio Verde foi assumido pela atual reitora, Ana Maria Di Renzo.

Para a secretária de Educação, Cleusa De Marco, foi muito importante obter o comprometimento do diretor que vai assumir o cargo, reforçando a expectativa de que as articulações que serão feitas até o cumprimento da agenda, no dia 18, sejam concluídas com a efetivação da unidade avançada no município. “Nosso intuito é estreitar e ampliar as parcerias. Não só para a instalação do campus, mas avançar com outros programas, como formação dos professores, novos cursos de graduação e de especialização”, salientou.

Na ocasião, a equipe ligada à empresa júnior do curso de engenharia civil oficializou a contrapartida para a elaboração do projeto do primeiro prédio da Unemat em Lucas do Rio Verde, juntamente com os alunos de engenharia do curso local, e ainda o desenvolvimento de quatro modelos de casas para o programa de habitação popular do município e um projeto de placas fotovoltaicas para redução do consumo de energia nas unidades escolares locais.


| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui