Em São Paulo, secretário conhece modelo de “comunidade” de startups

0

Em busca de soluções para empresas de tecnologia da Capital, o secretário de Agricultura, Trabalho, e Desenvolvimento Econômico, Gilberto Gomes, conheceu na última semana o Cubo, espaço de fomento ao empreendedorismo em São Paulo-SP. Criada pelo Itaú Unibanco e pela Redpoint Eventures, a comunidade foi inaugurada em 2015 e abriga mais de 200 startups.

Lá ele foi apresentado à proposta, desenvolvida para agrupar negócios deste tipo e colocá-los em diálogo, fomentando a atividade. “Agora vamos discutir com o prefeito, Emanuel Pinheiro, a possiblidade de implantação de um projeto semelhante em Cuiabá, mantendo o diálogo também com a Associação de Startutps. Há muito que se discutir para chegarmos a uma política que atenda nossa realidade.”


#Patrocinador

Gilberto lembra que a Capital foi indicada recentemente como uma das quinze cidades consideradas incríveis e ainda pouco conhecidas para abrir negócios no Brasil. O levantamento foi feito pela Associação Brasileira de Startups que mapeou as regiões afastadas dos polos de inovação, mas com uma forte comunidade de startups. No ranking, a cidade figura como a 4º mais conectada do país.

No Cubo se evidencia o conceito de strategic design center, que proporciona às startups residentes mentoria e acesso à transformação digital desenvolvida pela companhia. A marca também aposta em processos focados no cliente, simplificando tarefas e eliminando desperdícios, aliado à design attitude para ter entregas exponenciais.

  Com apoio da Semob, Instituto Flauta Mágica se apresenta em diferentes pontos da Capital

Assim, o ecossistema de startups tornou-se um ponto de encontro entre investidores, mentores e clientes. “São 16 andares setorizados: indústria, tecnologia, ciência. Para cada atividade há uma parceria. Para nós é muito importante o conhecimento sobre este formato, que é muito oxigenado e moderno. Há muitos jovens envolvidos e uma leveza na maneira de se fazer. É uma ideia interessante”, finaliza o secretário.

 

O levantamento da ABS

O município, segundo levantamento realizado pela empresa especializada em pesquisas, possui 42 empresas mapeadas em setores como mobile, entretenimento e construção civil (7,14% cada). Alguns exemplos na região são Dropo, Eats For Your, Escola Agro e Estuda.com.

A Comunidade de Startups é descrita como uma região geográfica com alta densidade de empresas empreendedoras em tecnologia, startups recém-criadas a partir de ideias inovadoras e agrupamentos locais de empresas de tecnologia em estágio inicial.

| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui