PRF apreende 1T de maconha e prende traficante e batedor da carga

0

Na manhã desta sexta-feira, 23 de novembro, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 1 tonelada de maconha em uma caminhonete adulterada e prendeu o batedor da carga, na BR-267, em Guia Lopes da Laguna/MS.

Os policiais fiscalizavam no km 470, quando abordaram dois veículos: um Fiat/Argo com placas de Três Lagoas/MS, conduzido por um homem de 25 anos e o segundo veículo, uma caminhonete GM/S10 com placas de Campo Grande/MS. O motorista da caminhonete não acatou a ordem e empreendeu fuga. Sendo iniciado, então, o acompanhamento tático.


Durante o percurso, o motorista realizou inúmeras manobras perigosas, expondo os demais usuários da via a um risco de um acidente grave. Após 25 quilômetros de acompanhamento tático, a equipe conseguiu interceptar o veículo e prender seu condutor, um homem de 24 anos.

No interior da caminhonete e na carroceria havia uma grande quantidade de maconha, que após pesagem totalizou 1.000 kg (mil quilos). Em checagem ao veículo foi encontrado um aparelho celular com uma ligação para o condutor do Fiat/Argo, restando caracterizado um vínculo entre eles e que o condutor do primeiro veículo abordado era o “batedor” da carga de entorpecente. Nos dois veículos foram localizados ainda, rádios telecomunicadores, o que é proibido.

  Assessor do governo norte-coreano chega aos EUA para acertar cúpula

De acordo com o motorista do Argo, um homem em Ponta Porã/MS ofereceu R$2.000,00 (dois mil reais) como pagamento pelo serviço de “batedor” da S10. Segundo ele, veio desde Ponta Porã/MS na frente avisando sobre fiscalização policial. O destino seria Campo Grande/MS.

O motorista da S10 informou que um homem o buscou em Maracaju/MS e o deixou no Distrito de Boqueirão, em Jardim/MS, local onde recebeu a caminhonete, já com o entorpecente. O valor acordado seria R$3.000,00 (três mil reais) pelo serviço de transporte até Campo Grande/MS.

Os dois homens, os veículos e a droga foram encaminhados para a DENAR em Guia Lopes da Laguna/MS.


| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui