Pai suspeito de estuprar filho de 1 ano em MT usava tornozeleira após condenação por crime em SP

0
Foto: TVCA/Reprodução

Preso novamente na terça-feira (20), suspeito de abusar do filho de 1 ano e 4 meses, o homem de 30 anos, já havia sido condenado pelo crime de lesão corporal, ocorrido em 2012, em Votuporanga (SP). Ele tinha alcançado progressão de regime e usava tornozeleira eletrônica.

Pelo crime ocorrido no estado de São Paulo, o criminoso foi condenado a 6 anos e nove meses de prisão.

Agora, ele é suspeito de ter abusado sexualmente do filho dele.

O suposto estupro teria ocorrido durante do final de semana, quando a criança, que mora com a avó materna, foi passar o final de semana na casa dos pais.

Os dois filhos do homem teriam saído de uma comunidade na zona rural de Rondonópolis na sexta-feira (16) e retornado no domingo (18).

Ao dar banho na criança menor, a avó percebeu que o menino estava febril, tinha ferimentos no ânus e estava com dificuldades para andar.



Sem meio de transporte, ela esperou a carona de vizinho para levar a criança em uma Unidade de Pronto Atendimento (Upa), o que ocorreu na terça-feira (20).

Ao examinar o menino, os médicos identificaram os sinais de abuso e chamaram o Conselho Tutelar e a Polícia Militar.

Aos conselheiros tutelares, o filho mais velho, de 6 anos, teria relatado que viu o momento em que o pai levou o irmão menor para o banheiro e ouviu gritos. Ele teria dito ainda que viu o banheiro sujo de sangue depois que o pai saiu com o irmão.

O criminoso e a mulher deles foram presos e a polícia vai investigar o caso.

O Conselho Tutelar vai entrar com uma ação na Defensoria Pública para que avó tenha a guarda definitiva dos netos.