PRF encerra Operação Proclamação da Republica com aumento na fiscalização e redução de acidentes

0

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou neste domingo (18), a Operação Proclamação da República nas rodovias federais do Estado do Espírito Santo. De quarta-feira (14) até domingo, foram registrados 34 acidentes, com 43 feridos e dois óbitos. Comparado ao mesmo período da última operação em 2016, neste feriado houve redução de 47,7% de acidentes e 43,4% de feridos, sendo que em 2016 a PRF registrou 31 acidentes a mais, com 76 feridos e dois óbitos.

Durante os cinco dias de Operação, a PRF reforçou a fiscalização nas rodovias federais que cortam o Espírito Santo, o que resultou em 2.076 autos de infração, dos quais, 279 foram por ultrapassagens proibidas e 14 por embriaguez ao volante. No total, 3.142 veículos e 2.507 pessoas foram fiscalizadas, onde 17 pessoas foram detidas e 14 veículos foram recuperados.


A Polícia Rodoviária Federal não deu trégua e combateu com rigor a embriaguez ao volante. Foram realizados 676 testes de alcoolemia, resultando em 14 pessoas autuadas por serem flagradas dirigindo sob efeito de bebida alcoólica.

  Sertanejo morre após bater moto de frente com caminhão

Para a PRF, o excesso de velocidade é um dos fatores que mais causam acidentes e agravam as possíveis lesões aos ocupantes dos veículos. Durante a Operação Proclamação da República, 1.009 imagens de veículos trafegando em excesso de velocidade foram capturadas pelos radares moveis, o que mostra que o motorista continua desrespeitando os limites de velocidade, colocando a sua vida e a de outrem em risco.

Educação para o trânsito

Aliando fiscalização à educação para o trânsito, a PRF realizou palestras educativas durante abordagens à veículos e ônibus que utilizaram as rodovias federais para deslocamento durante o feriado. Os motoristas tiveram a oportunidade de assistir palestras e vídeos educativos para que refletissem sobre seus atos perante ao trânsito.

 






| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui