Município de Mato Grosso que teve o maior terremoto do país registra dois novos tremores

Abalos foram de 2,3 e 2,6 graus na escala Richter. Segundo sismólogo, para ser percebido pelos cidadãos comuns, o abalo deve ter magnitude entre 3 e 3,5 graus.

0
Tremores foram registrados em Porto dos Gaúchos, município localizado às margens do Rio Arinos — Foto: Prefeitura de Porto dos Gaúchos-MT/ Divulgação

Dois tremores de terra de 2,3 e 2,6 graus na escala Richter foram registrados no município de Porto dos Gaúchos, a 644 km de Cuiabá, na terça-feira (13) e quinta-feira (15). Segundo o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (Obsis-Unb), os abalo sísmicos ocorreram durante a noite e pela madrugada.

Apesar dos abalos, os efeitos do tremores nem sempre são sentidos pelos moradores.


-Continua depois da publicidade ©-

O fato é explicado pelo sismólogo da Obsis-Unb, Juraci Carvalho. Segundo ele, para ser percebido pelos cidadãos comuns, o abalo deve ter magnitude entre 3 e 3,5 graus na escala Richter, usada para medir a magnitude dos terremotos.

Maior terremoto do país

A região é conhecida pelos pesquisadores por ter registrado o maior tremor do Brasil no dia 31 de janeiro de 1950, quando um abalo de magnitude de 6.9 graus na escala Richter foi registrado na Serra do Tombador, a 100 km de Porto dos Gaúchos.

Apesar de ter sido considerado de forte impacto, o tremor não trouxe danos à pequena população que na época vivia nas proximidades do local onde ocorreu o abalo. Se tivesse acontecido no centro de uma cidade como Cuiabá, por exemplo, o sismo poderia derrubar casas e prédios, entre outras consequências.

O professor do Observatório Sismológico do Instituto de Geociências da Universidade de Brasília (Unb) e coordenador da Rede Sismográfica Centro-Norte que integra a Rede Sismográfica Brasileira, Marcelo Peres Rocha, explicou que os tremores são explicados por uma falha geológica na região.


-
-