Em um ano, foram firmados quase 2,5 milhões de contratos de banda larga fixa

0
Foto: Agência Brasil/EBC

O Brasil já tem 30,73 milhões de contratos de banda larga fixa ativos. O número foi alcançado em setembro, mês em que foram registrados 78,63 mil novos contratos. Os dados são da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Nos últimos 12 meses, 2,49 milhões de acessos de banda larga fixa foram ativados em todo o País, o que representa alta de 8,8%. Todas as unidades da Federação, com exceção de Roraima, apresentaram crescimento durante o período. Os maiores índices de expansão foram verificados no Maranhão (22,2%, ou 48,74 mil contratos), na Paraíba (18,08%, ou 51,44 mil contratos) e no Ceará (15,51%, ou 108,23 mil contratos).


Os três maiores mercados de banda larga fixa do País também apresentaram progressos relevantes. São Paulo, líder nesse quesito, teve 465,06 mil novos contratos (alta de 4,71%). Rio de Janeiro, com 218,35 mil contratos (alta de 7,05%), e Minas Gerais, com 384,08 mil contratos (alta de 13,69%), completam a lista.

Tecnologias

Segundo os dados da Anatel, a tecnologia xDSL, que utiliza a estrutura da telefonia fixa, é a principal forma de transmissão de dados por banda larga utilizada no País, com 12,55 milhões de acessos, ou 40,83% do total. Na sequência aparecem o modem a cabo (9,36 milhões de acessos, ou 30,46%) e a fibra ótica (4,96 milhões, ou 16,13%).

  Inadimplência atinge 62 milhões de brasileiros e afeta 3% do crédito

Apesar de representar apenas 0,56% do mercado (173 mil assinaturas), a tecnologia com maior índice de crescimento no último ano foi a transmissão de dados via satélite, que registrou alta de 114,34% no período (92,28 mil novos contratos).





| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui