Proteção, diversidade e combate à violência da criança e do adolescente são debatidos em conferência

A VIII Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente aconteceu nesta quinta-feira em Lucas do Rio Verde.

0

Proteção integral, diversidade e enfrentamento das violências, foi o tema da VIII Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, que foi promovida pela Prefeitura de Lucas do Rio Verde, por meio da Secretaria de Assistência Social e em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), nesta quinta-feira (08).

Com a presença da primeira-dama, Rafaela Frizzo, do vereador Fernando Pael, de estudantes, professores, integrantes de conselhos, representantes das organizações da sociedade civil, apresentações culturais e debates.


Conforme a presidente do CMDCA, Guiomara Marchiori, a conferência é realizada para que as políticas públicas do município voltadas para as crianças e adolescentes sejam debatidas, respeitas e ampliadas.

“Esse momento é para que as pessoas e a sociedade em geral possam incluir suas demandas nessas políticas. O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Lucas do Rio Verde, é um dos mais atuantes, tanto que temos um Fundo Municipal, o qual repassa recursos às OSC (Organizações da Sociedade Civil) que trabalham com projetos sociais, voltados para esse grupo” disse.

A secretária Municipal de Assistente Social, Lucileide Gurka explicou que a principal finalidade da conferência é o espaço que é dado para a sociedade debater.

“Esse momento é para que a sociedade realmente possa conferir, conhecer, fiscalizar, cobrar e colaborar com as políticas públicas voltadas para as crianças e adolescente. E na gestão do prefeito Luiz Binotti, estamos trabalhando para que o Estatuto da Criança e Adolescente, seja cumprindo de forma eficaz em Lucas do Rio Verde” explicou.

  Quadrilha de assaltantes é presa almoçando em restaurante em Lucas do Rio Verde

Conforme a representante do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca-MT), Silbene Santana de Oliveira, o tema discutido na conferência vem de encontro com o momento político, vivido no país.

“Essa discussão é extremamente importante, exatamente neste momento que nosso país vive na mudança de governo. É necessário saber como essa pauta será tratada, as perspectivas, saber se as instituições envolvidas com esses grupos estão preparadas e essa conferência evidência esse trabalho, o cuidado e as providências que serão necessárias, já que vivemos uma fase delicada em se tratando de crianças e adolescentes”, afirmou ela.

De acordo com o juiz da vara da infância e juventude, Gleidson de Oliveira Barbosa, a conferência possibilitar o fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos, e assegura o espaço de reflexão e debate.

“As políticas voltadas para as crianças e adolescentes, elas envolvem várias esferas e essa conferência é sempre importante para que sejam criados debates e projetos para nossas crianças e adolescente. E o tema abordado hoje, vem de encontro com o futuro de nossas crianças, principalmente nesse momento degradante em que estamos vivendo”, destacou ele.





| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui