Em terra onde Xiaomi domina, a Apple vem enfrentando cada vez mais dificuldades para vender os seus iPhones. Isso porque novos dados da empresa de pesquisas Counterpoint indicam que a gigante de Cupertino deve enfrentar uma queda nas vendas dos seus aparelhos no mercado indiano.

Os números preocupantes devem se consolidar durante o quarto trimestre, sendo que Neil Shah, diretor da pesquisa, aponta que a Apple deve vender algo entre 700 a 800 mil iPhones no período. Esse número é inferior ao 1 milhão de unidades vendidas durante o mesmo trimestre do ano passado:

Se você olhar para o terceiro trimestre – foram 900 mil no ano passado e este (ano) é quase 450 mil. Os iPhones ficaram mais caros e os recursos e especificações não são tão atraentes. A base de instalação do Android cresceu muito; a nova base de clientes (para a Apple) não está chegando


O analista também aponta que a concorrência com empresas chinesas está sendo um fator decisivo para que o consumidor indiano acabe optando por comprar um smartphone Android. Isso porque Xiaomi, OnePlus e Samsung vendem bons aparelhos com ótimo custo-benefício no país.

Isso, de certa forma, faz com que os usuários locais considerem que os iPhones estão muito caros e não oferecem recursos suficientes para justificar os preços cobrados pela Apple.

A gigante de Cupertino é incapaz de oferecer recursos atraentes por um preço alto. As pessoas estão se inclinando para smartphones Android mais caros que oferecem preços para todos os bolsos.

No entanto, se serve de “consolo” para a gigante de Cupertino, a venda de iPhones mais antigos tem crescido substancialmente. Desta forma, isso acaba reduzindo as perdas financeiras para a empresa que vende mais iPhone 7 do que os novos iPhone XR, XS e XS Max no país.





| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui