Em vídeo, Ciro avisa que não vai declarar apoio neste segundo turno

Fernando Haddad aguardava apoio do pedetista

0

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, derrotado no primeiro turno, postou ontem (27) um vídeo de pouco mais de 2 minutos para informar ao eleitorado que não vai apoiar a candidatura de Fernando Haddad (PT) na disputa pelo Palácio do Planalto. Segundo ele, “uma razão muito prática”, a qual não revelou o impede de assumir posição na véspera do segundo turno.

“Claro que todo mundo preferiria que eu, com meu estilo, tomasse um lado e participasse da campanha. Mas eu não quero fazer isso agora, por razão muito prática, que não quero dizer agora porque, se eu não posso ajudar, atrapalhar é que eu não quero.”


No vídeo, Ciro aparece de camisa preta, sentado, em um ambiente que parece ser a sala de uma casa. O vídeo foi postado um dia depois de ele ter chegado de uma viagem de quase três semanas à Europa. O candidato derrotado disse que eleitores devem votar de acordo com sua ideologia e não com medo.

  Joice Hasselmann promete transformar seu mandato em um reality show

“Nada de medo. Não será com medo que nós vamos enfrentar o que quer que venha por aí. Vocês sabem que estarei na linha de frente para enfrentar o que quer que seja.”

Apoio

Ontem (26), em dois atos políticos distintos, em João Pessoa e Salvador, Haddad afirmou que aguardava um “gesto importante” de apoio de Ciro, que desembarcou na noite de sexta-feira, no aeroporto de Fortaleza.

O candidato do PT fez vários elogios a Ciro Gomes e ao PDT. No último dia 10, o PDT declarou “apoio crítico” a Haddad. Dias depois, o ex-governador Cid Gomes, irmão de Ciro, em um ato político, fez severas críticas ao PT e a Haddad.

Edição: Nádia Franco