Segunda etapa do Leilão Judicial de Madeiras Apreendidas arrecada R$ 800 mil em Mato Grosso

Segunda etapa do Leilão Judicial de Madeiras Apreendidas arrecada R$ 800 mil

0

Uma nova etapa do Leilão Judicial de Madeiras Apreendidas, provenientes de crimes ambientais, foi realizado nesta quinta-feira (25.10) com arrecadação de aproximadamente R$ 800 mil. O produto foi apreendido em operações de fiscalização, por transporte ou comercialização ilegal de produtos florestais, entre 2015 e 2018. Uma parte das madeiras já havia sido leiloada no dia 29 de junho deste ano com arrecadação de R$ 850 mil.

Parte do montante arrecadado nos dois leilões serão usados em investimentos em órgãos ligados a gestão e fiscalização ambiental. Uma das prioridades são as melhorias do depósito onde ficam estocadas as madeiras retidas, localizado no Distrito Industrial. Será realizado o cercamento do galpão, instalação de câmeras de segurança, aumento de iluminação e melhorias na estrutura de acesso e no barracão instalado no Pátio Unificado de Madeiras da Coordenadoria de Bens e Produtos Retidos.


“Nosso objetivo é aumentar o sistema de segurança e melhorar a infraestrutura visando o bem estar dos servidores da Sema que trabalham no Pátio  e a segurança da madeira armazenada ali. Esse recurso também será importante para fortalecer operações de fiscalização e de combate ao crime ambiental no estado”, destacou o secretário de Meio Ambiente André Baby.

  Revitalização das unidades do Indea garantem melhorias no ambiente laboral e no atendimento ao produtor

O leilão foi realizado no Distrito Industrial em trabalho conjunto da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), Ministério Público, Juizado Volante Ambiental (Juvam), Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema), Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea), Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental e Polícia Rodoviária Federal.





| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui