Mato Grosso recebe a maior feira de peixes nativos de água doce do país

0

O Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá, será palco de uma das maiores feiras de peixes nativos de água doce do País. O evento, criado pelo Sebrae/MT, com apoio da Associação dos Aquicultores de Mato Grosso – Aquamat,  será realizado nos dias 13 e 14 de novembro, com uma programação voltada para piscicultores, especialistas e consumidores em geral.

A feira compõe a terceira edição do Seminário de Tendências e Tecnologias na área de piscicultura, que oferece a integração da produção, do mercado, da tecnologia, da sustentabilidade e das políticas públicas. Além disso, nesta edição, o evento traz oportunidades também na gastronomia, no turismo e nos mercados nacionais e internacionais.


De acordo com Valéria Pires, gestora do projeto, trazer um evento desta proporção para Mato Grosso é garantir que o setor produtivo local ganhe visibilidade diante de todo o país. “É um momento ímpar para o setor, porque nós fazemos com que todos os olhares se voltem para o nosso estado. Mato Grosso já esteve em primeiro lugar no ranking nacional de produção de peixes. Atualmente, ocupamos a quarta colocação, perdendo por detalhes. Com um evento desta proporção, nós reforçamos o nosso objetivo em busca da primeira colocação. Não queremos ocupar o primeiro lugar apenas em termos de produção, e sim, na possibilidade de exportar para outros estados e, quem sabe, para outros países, levando qualidade e considerando as questões de sustentabilidade, que são muito importantes.”

A feira terá entrada gratuita e será realizada no período das 12h às 20h. Durante o evento, os participantes poderão acompanhar o trabalho de 37 expositores, dentre eles, os serviços fornecidos pelo Centro Universitário de Várzea Grande (Univag), que desenvolverá oficinas gratuitas e produzirá pratos à base de peixes.

“São instituições que vão expor maquinários, equipamentos, serviços e fazer a divulgação do seu portfólio. Algumas delas, inclusive, são de outros estados. O evento é importante também para aproximar os clientes porque, geralmente, o contato é feito via telefone ou por e-mail. E, durante a feira, haverá essa possibilidade de conversar pessoalmente e fazer com que esse relacionamento ocorra. Podemos dizer que o principal objetivo do evento é a geração de negócios”, ressalta Valéria.

Seminário traz experiência do Peru

  ABATE DE SUÍNOS SOBE NA COMPARAÇÃO COM O 3º TRIMESTRE DE 2017

No período das 8h às 18h, acontecerá o Seminário de Tendências e Tecnologias, com conteúdo programático voltado para temas de grande relevância para o setor, como informações sobre o consumo de pescado, a produção dos peixes nativos, os desafios da área e as novas tecnologias que podem auxiliar no trabalho dos produtores. Estarão no seminário consultores da área produtiva, consultores da área de industrialização do pescado e também serão debatidos com os participantes as formas de redução de desperdício e contaminação.

Uma das atrações mais aguardadas do evento é o painel sobre a política de desenvolvimento adotada pelo Peru, com relação a valorização da gastronomia, do turismo e da cultura local. A palestra apresentará novas formas de aproveitar o mercado do peixe e valorizar a produção.

No seminário, o Sebrae/MT e parceiros aproveitarão para lançar um Manual de Industrialização do Pescado, produzido por meio da contribuição de diversas instituições. A publicação trará informações para os piscicultores, empresários e consumidores sobre as políticas e legislações referentes ao setor.  O conteúdo será entregue durante o evento e também ficará disponível para baixar pela internet.

Inscrições

Para participar do seminário, é necessário realizar o investimento no valor de R$ 100. As inscrições poderão ser efetivadas pelo telefone 0800 570 0800 ou pelo site www.mt.sebrae.com.br.

Para facilitar a participação dos produtores, empresários e consumidores do interior, o Sebrae/MT disponibilizará caravanas que sairão dos municípios de Mato Grosso. O valor da caravana é de R$ 150 e inclui o translado até a Capital, um seguro viagem e a hospedagem.

Para se inscrever na caravana, é necessário dirigir-se a agência do Sebrae/MT mais próxima. As caravanas sairão de Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Confresa, Juína, Rondonópolis e Tangará da Serra.

Parceiros

O evento é realizado com o apoio da Agricotec, AMMCO Pharma, AQBITS, Aquabit, Aquamat, Engepesca, Gley Cruz, Kalt System, KeraBrasil, Manso Aquicultura, Multipesca, PAP Rações, Sebrae, Textil Sauter, Trevisan, UFMT, Univag, VB Alimentos e Weemac.

A feira nacional de peixes nativos de água doce integra as políticas do Sebrae/MT de comprometimento com a agenda 2030 e reforça os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que buscam promover o consumo de água potável e saneamento, o trabalho decente e crescimento econômico, bem como o consumo e produção responsáveis.





| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui