Diretório Acadêmico da UniRio marca ato em frente ao TRE-RJ

0

Uma manifestação foi marcada para as 16h de hoje (26) em frente ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), em repúdio às ações do Tribunal de retirada de bandeira com frase antifacista da fachada da Universidade Federal Fluminense (UFF). A convocação, pelas redes sociais, é do Diretório Acadêmico Afonso Arinos, da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio).

No texto que convida para o evento, o diretório diz que universidades em todo o Brasil “estão sendo alvo de um ataque covarde por parte da Justiça Eleitoral”. Os estudantes universitários também informam que o ato é em defesa da democracia e da liberdade de expressão.


Na quarta-feira (24), os estudantes da Universidade Federal Fluminense (UFF) fizeram uma manifestação contra a ação de fiscais do TRE-RJ, que estiveram na universidade na terça-feira (23) para a retirada da fachada do prédio de bandeira com a frase “Direito UFF Antifascista”.

A ação foi fundamentada em uma decisão da juíza Maria Aparecida da Costa Barros, que argumentou que a faixa seria uma propaganda negativa contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). A decisão inclui o relato de fiscais do TRE-RJ de que adesivos, cartazes e faixas encontrados no centro acadêmico do campus “associam o candidato Jair Bolsonaro ao fascismo e ao ódio”.

  Congresso ensina técnica francesa de tratamento de varizes

“A distopia simulada nas propagandas negativas contra o candidato Jair Bolsonaro, encontradas dentro da Faculdade de Direito da UFF, permite o reconhecimento do caráter político-eleitoral dos dizeres constantes da faixa em questão”, disse a juíza na autorização da ação.

Fiscais do TRE-RJ também estiveram na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e retiraram uma faixa em que estava escrito “Ele Não”, do Diretório Central Estudantil.

Pelo Facebook, cinco mil pessoas confirmaram presença na manifestação.

Edição: Fernando Fraga