Reeducandos de Sorriso constroem caixas de colmeias para apicultores

Reeducandos de Sorriso constroem caixas de colmeias para apicultores

0

O Centro de Ressocialização de Sorriso firmou uma parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente e o Conselho Municipal de Segurança Pública (Comsep), para que os reeducandos construam caixas de madeira, no estilo colmeias, que serão doadas para famílias que são auxiliadas no projeto Vitamel.

O diretor do Centro de Ressocialização de Sorriso, Enilson de Castro destaca a importância da parceria para os reeducandos, porque os prepara para uma profissão e também garante uma ocupação durante o período de cumprimento da pena. “Desde quando assumi a gestão tenho feito várias parcerias com órgãos municipais, para inserir esses presos na comunidade. Para que eles possam ter uma segunda chance e conseguir um emprego digno”.


Castro informa que três reeducandos estão trabalhando no projeto. Esses presos serão beneficiados com remição da pena, como prevê a Lei de Execução Penal que determina que a cada três dias de trabalho, um é descontado na pena recebida.

A coordenadora do programa Vitamel, Clarice Saueressig ressalta a importância da fabricação das colmeias pelos reeducandos. “Essa parceria entre apicultores e a Prefeitura, com o apoio de agricultores locais, está aumentando a presença dos apiários no município. Mais do que produzir mel, as abelhas são fundamentais na polinização de mais de 70% das culturas agrícolas, da flora e têm papel importante na preservação das matas e florestas”, explica.

  Ações em benefício da população são reconhecidas com entrega de honrarias

De acordo com estudos realizados pela Embrapa, a associação entre os pesticidas e o sumiço das abelhas é cada vez maior, pois elas acabam tendo a chamada Desordem do Colapso das Colônias (DCC), geralmente causada por uso indiscriminado de agrotóxicos, e que faz com que as abelhas percam o senso de localização e não consigam mais voltar para a colmeia, resultando na extinção de enxames.

“As abelhas são extremamente sensíveis a produtos como inseticidas, fungicidas e herbicidas, que podem causar alterações no comportamento desses polinizadores e até levar à morte dos enxames. O fato de uma colmeia prosperar é um ótimo sinal para toda a região que a abriga”, pontua Clarice.

A fabricação das caixas de madeira tem a parceria da Associação dos Servidores Penitenciário, Conselho da Comunidade e Poder Judiciário.





| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui