MTI adere campanha do Outubro Rosa

MTI adere campanha do Outubro Rosa

0

A Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação – MTI também se coloriu de rosa para apoiar a luta contra o câncer de mama no Outubro Rosa. Nesta quinta-feira (25/10), os servidores vestiram a camisa rosa para abraçar essa causa.

O objetivo da campanha é fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para o rastreamento e o diagnóstico precoce do câncer de mama. É um alerta à população sobre a medida que pode aumentar as chances de cura da doença em mais de 90%.


De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), em 2018, estimam-se 59.700 casos novos de câncer de mama, somente em mulheres. Os homens também podem ter a doença, mas, o índice representa apenas 1% do total. Em Mato Grosso, os dados oficiais apontam 680 novos casos, sendo 220, na Capital.

O presidente da MTI, Evaristo Fava, ressaltou a importância da participação da empresa na campanha. “O Outubro Rosa é muito mais que um momento de reflexão. Sabemos que uma campanha como essa pode salvar muitas vidas e precisamos participar e incentivar todos os servidores nesse processo”.

A gerente administrativa do Data Center da MTI, Anahilda Cameschi Braz, frisou sobre a importância do autoexame de mama, pois contou que foi através do autoexame no banho que percebeu algo diferente e procurou seu médico. “Tive a sorte de ter um tratamento rápido, com apoio da família e amigos. Me entreguei ao tratamento com muita confiança, com a certeza que daria certo e deu. Estou curada há 22 anos. Então, é muito importante lembrar que o câncer é diferente em cada pessoa, e existe sim a possibilidade de se curar”, finalizou.

  Sorriso: PM flagra homem bêbado dirigindo caminhonete e apreende pistola 380

História

Na década de 1990, nasce o movimento conhecido como Outubro Rosa, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente, com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama, promover a conscientização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

Campanha Outubro Rosa 2018

  • Enfatiza a importância de a mulher conhecer suas mamas e ficar atenta às alterações suspeitas;
  • Informa que para mulheres de 50 a 69 anos é recomendada a realização de uma mamografia de rastreamento a cada dois anos;
  • Mostra a diferença entre mamografia de rastreamento e diagnóstica;
  • Esclarece os benefícios e malefícios da mamografia de rastreamento;
  • Informa que o Sistema Único de Saúde (SUS) garante a oferta gratuita de exame de mamografia para as mulheres brasileiras em todas as faixas etárias.




| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui