Sobe para 18 número de mortos na passagem do furacão Michael nos EUA

As operações de resgate podem ser demoradas, segundo preveem as autoridades

0

furacão Michael, que deixou na sua passagem um cenário de devastação na Fl]orida, estado no sul dos EUA, já fez pelo menos 18 mortos e as autoridades admitem que esse número pode aumentar, noticiou a AFP. Reduzido à categoria de mera tempestade nessa sexta-feira (12), o fenômeno começou a afastar-se da costa americana na noite de ontem para hoje (13), mas a contagem das vítimas continua crescendo. As operações de resgate podem ser demoradas, segundo preveem as autoridades.

O furacão Michael chegou na quarta-feira (10) à costa do estado da Flórida, com os ventos atingindo 250 quilômetros por hora.


A cidade de Mexico Beach, uma região balnear, foi “devastada”, declarou à AFP o governador deste estado, Rick Scott, que descreveu uma “zona de guerra”.

“É como se tivesse explodido uma bomba”, disse o governador, acrescentando que as autoridades estão se “esforçando para manter todos vivos, fornecer uma assistência médica aos que precisam e trazer água e comida” para a região.

Na pequena cidade, dezenas de casas, lojas, restaurantes à beira-mar foram completamente arrastados pelo vento a centenas de metros e reduzidos a escombros.

  CMO aprova relatório da Lei Orçamentária de 2019

Segundo o balanço, até o momento, o furacão Michael fez oito mortos no estado da Flórida, cinco na Virgínia, três na Carolina do Norte – estado fortemente afetado pelo furacão Florence no mês passado – e um morto na Geórgia, onde uma menina atingida pela porta de uma garagem que aterrou em cima da sua casa, de acordo com as autoridades. Com informações da Lusa.


| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui