Casão vê Palmeiras com tudo para ser campeão e minimiza risco de Corinthians cair

0

Respondendo a perguntas de telespectadores no quadro “Fala, Casão” do Globo Esporte, nesta terça-feira (9), o comentarista Walter Casagrande avaliou a situação do trio de ferro paulista na temporada. Sobre o Palmeiras, aposta em título brasileiro. “É o melhor time nesse momento. Tem tudo na mão para ser campeão.”

Já em relação ao Corinthians, o analista global praticamente descartou o risco de rebaixamento, mas alertou sobre necessidade de melhora para poder ter chance de conquistar a Copa do Brasil, que começa a ser decidida a partir desta quarta-feira (10), no Mineirão. A volta acontece no meio de semana seguinte em Itaquera. “Eu acho que não tem que se preocupar [com queda à Segundona] porque tem times piores, mas a situação do Corinthians não é legal no Campeonato Brasileiro, [a] cinco pontos acima da zona de rebaixamento. O Corinthians tá nessa situação, tem que correr para não se embolar no Brasileiro”, comentou.

“Em relação à Copa do Brasil, todo time que chega numa final pode ganhar. Ninguém chega lá se entregando, [pensando] ‘chegamos por acaso’. Não chega por acaso, mas esse final de semana mostrou muito bem o que é a cara do Corinthians, na realidade. Esses 3 a 0 do Flamengo mostram a realidade do time do Corinthians. Tem que ser muito diferente daquilo para conseguir alguma coisa”, alertou.

[Nota da redação: a derrota corintiana para o Flamengo, por 3 a 0, ocorreu na sexta-feira (5), e não no fim de semana, uma vez que a última rodada foi desmembrada, excepcionalmente, em virtude do domingo de eleições brasileiras.

  Após eleições, Inter anuncia renovação de contrato do técnico Odair Hellmann

Sobre o São Paulo, em especial a respeito da contestação do torcedor ao goleiro Sidão, representado em pergunta de um telespectador do quadro do Globo Esporte de hoje, Casagrande ponderou sobre o fato do Brasileirão já estar numa reta final para defender a manutenção da titularidade dele no gol tricolor. “O momento é de dar força para o Sidão. São dez jogos para acabar o Campeonato Brasileiro e nada se pode resolver trocando o goleiro numa hora dessas. E ele também não é o responsável sozinho por essa queda do São Paulo. Realmente ele não passa confiança, mas tem que ir até o final. Seria absurdo trocar o goleiro agora”, avaliou.

Casão ainda deu eu pitaco sobre o retorno do ex-são-paulino Lucas Moura, atual atleta do inglês Tottenham, à seleção, em função do corte do gremista Éverton. “Acompanho o Campeonato Inglês, ele tá bem no Tottenham, apesar de o time não estar jogando tão bem assim, mas no último fim de semana ele jogou muito bem”, disse.

Questionado por um internauta sobre o que deve fazer para ser um bom comentarista como ele, Casagrande, o ex-jogador foi sincero na resposta: “Nem eu sei”. E depois explicou como se deu a sua trajetória na emissora: “Virei comentarista logo depois de parar de jogar futebol, e fui desenvolvendo, aprendi muita coisa aqui na TV Globo.”



| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui