O Clássico da Amizade desta terça-feira (9) vale muito para as pretensões de Botafogo-RJ e Vasco da Gama-RJ neste Brasileirão 2018. O confronto coloca frente a frente rivais históricos e, em particular nesta edição da Série A, adversários diretos na luta contra o rebaixamento. A partida entre o Glorioso e o Cruzmaltino, válida pela 28ª rodada da competição está marcada para o Estádio Nilton Santos, às 21h (de Brasília). No duelo de logo mais, além do objetivo comum de ganhar fôlego contra o Z-4, os alvinegros cariocas estão curiosamente ligados por outra razão: seus comandantes.

Técnico da equipe mandante desta noite, Zé Ricardo conhece bem o adversário no caminho do Botafogo. O atual treinador do Glorioso comandou o Vasco por pouco mais de nove meses, entre agosto de 2017 e junho deste ano. Zé Ricardo admitiu guardar especial carinho pelo Cruzmaltino e mostrou gratidão ao clube pelo período em que esteve em São Januário. Agora, à frente do Alvinegro há dois meses, o comandante botafoguense se prepara para enfrentar sua ex-equipe e espera um confronto de muito equilíbrio.


– Jogo equilibrado, dois clubes tentando buscar o gol porque precisam da vitória. O Vasco tem um jogo intenso, ganhou muito com Máxi e a dobradinha com Andrés eles tiveram bastante tempo para se preparar. Nós tivemos que fazer ajustes, mas Botafogo está em crescimento, esperamos demonstrar isso no jogo. Quando o juiz apitar tem tudo para ser muito equilibrado – definiu.

Na 12ª posição na tabela do Brasileirão, o Botafogo soma 33 pontos e está a apenas três justamente do Vasco, rival desta noite e primeiro clube dentro do Z-4. Vencer os vascaínos traria mais tranquilidade ao Glorioso na luta contra o rebaixamento. Para aumentar a motivação, o Alvinegro conta com o bom retrospecto no Nilton Santos: seis vitórias, o mesmo número de empates e apenas uma única derrota como mandante. Zé Ricardo fez questão de destacar o “fator casa“, mas estressou a importância da concentração no clássico de logo mais.

– Não tem nada de tranquilo. O estado de alerta tem que ser o máximo possível. O objetivo principal agora é se afastar da zona perigosa para efetivamente não passarmos por sustos. Jogar em casa ajuda, conhecemos o campo, esperamos que a torcida também nos ajude. Estamos mostrando evolução e esperamos transformar em vitória.

Inimigo íntimo

Atual comandante da caravela vascaína, Alberto Valentim é velho conhecido do rival desta noite. O técnico comandou o Glorioso entre fevereiro e junho deste ano e foi campeão carioca com o clube da Estrela Solitária. Após seguir para o Egito, Valentim retornou ao Brasil para comandar o Vasco. Apesar do trabalho recente no Botafogo, Valentim rechaçou qualquer “vantagem“, elogiou a transição defesa-ataque adversária e espera muita competitividade no clássico desta noite no Nilton Santos.

– Iremos enfrentar um time que procura atacar com o máximo de jogadores quando está com a posse de bola. Além disso, o Botafogo possui uma equipe muito organizada defensivamente. Temos que procurar ser iguais no sentido de organização e tranquilidade. É verdade que conhecemos bem o clube que trabalhamos anteriormente, mas esse conhecimento vai até um certo ponto. Passaram-se alguns meses e tem muita coisa nova. Futebol é imprevisível e não dá para você prever tudo – definiu.

No clube há pouco mais de um mês, o treinador tem a difícil missão de livrar o Gigante da Colina de um novo rebaixamento. O Vasco ocupa a 17ª posição, a primeira dentro do Z-4, com 30 pontos somados. Vencer é imprescindível para tranquilizar o momento do clube na competição. Se derrotar os botafoguenses, o Cruzmaltino de quebra supera os rivais na tabela de classificação e pula para a 12ª colocação no Brasileirão. Para encarar o Botafogo, Alberto Valentim teve uma semana de treinos para preparar a equipe para o clássico e pregou tranquilidade e atenção para superar o histórico rival.

– Falei para os jogadores que temos que trabalhar forte. Procurei passar o máximo de tranquilidade para os atletas nesses dias. O que quero é que minha equipe jogue com muita atenção daqui para frente. Serão 11 finais até o término do Brasileirão. Se conseguirmos essa vitória, passaremos o próprio Botafogo. É um jogo decisivo. As duas equipes precisam da vitória – finalizou.

A 28ª rodada do Brasileirão 2018 será encerrada no próximo dia 24 de outubro. A partida entre Cruzeiro-MG e Santos-SP, foi transferida para a nova data em função da participação dos mineiros na decisão da Copa do Brasil. A Raposa e o Vozão se enfrentam no Mineirão, às 19h30 (de Brasília).

  Conheça dicas dos principais jogos de poker antes de apostar

| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui