Taques tem 7 chapas para AL e Câmara Federal

0
A coligação Pra seguir em frente que engloba 10 partidos em prol do projeto de reeleição do governador Pedro Taques (PSDB), decidiu montar 4 chapas para a disputa na Assembleia Legislativa e outras 3 para encaixar os postulantes às vagas da Câmara dos Deputados. A decisão por várias frentes coloca um fim às ameaças por parte de alguns partidos de abandonar o grupo caso a opção fosse por um chapão.

Nesse caso, partidos que já têm deputados eleitos, em especial os “puxadores de votos”, levariam vantagem sobre as siglas sem representantes. Para o Legislativo Estadual, o PSDB sai numa chapa pura com 4 candidatos já detentores de mandato e que vão buscar a reeleição: Baiano Filho, Guilherme Maluf, Saturnino Masson e Wilson Santos.
Outra chapa é composta apenas pelo PSL que atualmente não tem representantes na Assembleia. Das outras duas chapas, uma reúne PSB e PPS que é presidido pelo ex-secretário de Educação, Marco Marrafon.
Nesse caso, tem o deputado Max Russi que busca a reeleição como representante da sigla socialista. Os demais partidos que são Avante, Patriota, SD, PRP PRB e DC integram a 4ª chapa para disputar as cadeiras da Assembleia Legislativa.
Dos integrantes desse grupo, apenas Daltinho tem mandato e busca a reeleição. Para a Câmara dos Deputados, a 1ª chapa é composta pelo PSB, PSDB, SD e PPS.
A 2ª reúne os partidos DC, Patriota, PSL, DC e Avante. O deputado federa Victório Galli é o único integrante do grupo em busca da reeleição.
Por fim, a 3ª chapa é composta apenas eplo PRTB que também não tem candidato detentor de mandato.

  Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer





| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui