Juíza pede desculpa e culpa marketing

0
ELEIÇÕES EM MATO GROSSO: Em reunião na noite desta segunda-feira, a juíza aposentada Selma Arruda (PSL) conseguiu contornar a crise com o PSDB após declarar na semana que seus eleitores não estariam obrigados a votarem no deputado federal Nilson Leitão (PSDB) ao Senado e governador Pedro Taques (PSDB) a reeleição. A ex-magistrada pediu desculpas e alegou que foi orientada pelo marketing, comandado pelo publicitário Júnior Brasa, a fazer o discurso de divisão na aliança.

Para colocar fim a polêmica, a pré-candidata ao Senado gravou um novo vídeo destinado a militância tucana. “Estamos mais unidos do que nunca por um ideal maior que é o bem de Mato Grosso. É uma honra para mim compor essa chapa e tenho certeza de que será vitoriosa”, disse.


| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui