Wellington tenta fechar aliança com PROS

0
O senador Wellington Fagundes, pré-candidato ao governo de Mato Grosso pelo PR, participou nesta semana de uma reunião com a direção do PROS e os pré-candidatos a deputado estadual e federal do partido. No encontro, Wellington Fagundes fez críticas ao modelo de gestão do governador Pedro Taques (PSDB) e falou das suas principais medidas que vai adotar caso se eleja governador.


“Vamos gerenciar a máquina pública de forma eficiente, fazendo uma administração voltada para o crescimento do Estado, com valorização dos servidores e investimento forte nos setores básicos como saúde, educação e segurança. Assim, para ajudar a consolidar meu plano de governo, convido o PROS a fazer parte do meu arco de alianças”, afirmou Fagundes.
 
Já o vereador Dilemário Alencar, presidente do PROS/MT disse que não se opõe a conversar com o PR, apesar de que já estar dialogando com o ex-prefeito Mauro Mendes, do DEM, para uma eventual aliança.
“O senador Wellington Fagundes tem muitos serviços prestados a Mato Grosso. É municipalista e caso seja  eleito governador tem a experiência necessária  para fazer uma boa gestão. O PROS, após ouvir a maioria dos pré-candidatos ao governo, tomará uma decisão respeitando o seu coletivo. Estamos analisando todas as propostas e vamos oficializar na nossa convenção, que está marcada para o dia 4 de agosto, o candidato a governador que vamos apoiar”, afirmou Dilemário.
Após a reunião com Wellington, a direção do PROS fez uma discussão do cenário eleitoral com seus pré-candidatos, abordando estratégias para que possa fazer parte de um arco de alianças favorável à eleição de deputados federal e estadual.
“O PROS não abre mão de colocar seus pré-candidatos em boas condições para disputar o pleito deste ano. Nossa meta é eleger um deputado federal e dois estaduais. Os nossos candidatos são comprometidos com a boa política e com a defesa de melhorias para a saúde, educação, combate aos altos impostos e a violência. Outra de nossas bandeiras é que a gestão do futuro  governador valorize e respeite os servidores públicos”, pontuou Dilemário.
O PROS conta com 15 pré-candidatos a deputado estadual, seis para deputado federal e um para senador. Em Mato Grosso, o partido soma 23 vereadores e dois vice-prefeitos. No Brasil, o PROS tem 11 deputados federais e um senador.


| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui