Evento discute políticas voltadas para o desenvolvimento da cadeia do algodão em MT

0
Na data em que é comemorado o Dia do Agricultor, 1.500 pessoas, entre produtores, técnicos e representantes de empresas de tecnologia agrícola, se reuniram neste sábado (28.07) na 5ª edição do Dia de Campo de Algodão, realizado na Fazenda São Miguel, no município de Campo Verde. Além de debater o cenário econômico, novas tecnologias e abertura de mercados para o algodão mato-grossense, os participantes discutiram as políticas voltadas para o desenvolvimento da cadeia.
O Brasil é o quarto maior produtor de algodão do mundo e Mato Grosso é o maior produtor brasileiro. Segundo o vice-prefeito de Campo Verde, Milton Garbugio, um dos responsáveis pelo avanço do setor é o Programa de Incentivo à Cultura do Algodão de Mato Grosso (Proalmat), desenvolvido pelo Governo do Estado há 20 anos.
“Com o programa, Mato Grosso saltou de 2% para 67% da produção de algodão brasileira. Temos uma das melhores qualidades do mundo e o potencial para aumentar ainda mais nossa participação no cenário mundial e chegar, quem sabe, aos 80% da produção do país”, completou Garbugio.
Já o sócio-fundador do Grupo Bom Futuro, responsável pela organização do evento, Fernando Scheffer, destacou a importância de investir em infraestrutura e logística. “Hoje nosso maior gargalo é a questão da logística, porque produção tem, mas precisamos escoar isso com rapidez e segurança”, pontuou.
Para o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte, os investimentos só são possíveis devido ao Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab), que converte o recurso arrecadado em obras em todo o estado, como manutenção de estradas, construção de rodovias e pontes.
Mato Grosso possui atualmente mais de 726 mil hectares de algodão que devem produzir nesta safra cerca de 1,14 milhão de toneladas de pluma. A fibra é o segundo item na pauta de exportações mato-grossenses. Os principais municípios produtores no estado são Campo Novo dos Parecis, Campo Verde, Sorriso, Primavera do Leste e Sapezal. Entre os principais compradores do produto estão a China, Indonésia, Coréia do Sul, Tailândia e Paquistão.
  Algodão: Comprador recua e preço cai




| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui