TENDÊNCIA
Primeiro condomínio popular com energia solar do Centro-Oeste será em Cuiabá
Redução de taxa de condomínio poderá chegar a até 30% por causa da economia de geração de energia elétrica
Publicado em 20/05/2018 às 08:27 | REDAÇÃO
+ -





Um condomínio com prédios dotados de placas solares para geração de energia a ser utilizada em todas as áreas comuns e feito com diversos materiais recicláveis e manejo correto de água, com reuso intenso é o que promete a MRV Engenharia, durante o lançamento de seu condomínio Parque Chapada das Oliveiras.

Os engenheiros da empresa informaram ao Circuito Mato Grosso que este é o primeiro condomínio do tipo no Centro-Oeste e a energia gerada deve levar a uma redução de até 30% do valor pago pelos condôminos.

“Este empreendimento terá um sistema completo de geração de energia solar, com placas fotovoltaicas, e inovações como a disponibilização de bicicletas compartilhadas, algo inédito no segmento em Cuiabá e Várzea Grande”, disse um dos engenheiros responsáveis pela construção.

Ele lembrou que os apartamentos de 40m2 custarão a partir de R$ 165 mil, o que o enquadra no segmento de moradia popular, passível de receber subsídios do governo para compra.

As áreas comuns utilizam energia elétrica na iluminação das áreas de estacionamento, lazer em geral, piscina, salões de festas e portaria, por exemplo.

Leia:  Dívida pública sobe 0,98% e atinge R$ 3,785 trilhões em agosto

Em Cuiabá e Várzea Grande, os lançamentos programados para 2018, diz a MRV, construtora responsável pelo empreendimento, mobilizam R$ 300 milhões em investimentos. O montante será aplicado na construção de 2.936 novas unidades habitacionais.






Deixe um comentário

avatar
   
Notificar