Preço do soja sofre com volatilidade do cenário político nacional, afirmam especialistas

Alta do dólar no mercado externo também ajuda na mudança do humor do mercado interno da oleaginosa

0
Foto: Agência Minas Gerais - Governo do Estado de Minas Gerais

Segundo analistas de mercado consultados pelo site de notícias Agrolink, a volatilidade do cenário político nacional afeta diretamente – tanto de forma positiva quanto negativa – o preço do soja no mercado. O fator mais relevante para o atual momento, informam, são as informações sobre a corrida presidencial. Nestes casos, as pesquisas de intenção de voto são fator importante na sensibilidade do mercado.
Para Luiz Fernando Pacheco, da T&F Consultoria Agroeconômica,  “o que está mexendo com o preço da soja no Brasil não é [a Bolsa de] Chicago, nem a guerra particular do Trump, que não se concretizará, mas a política interna no Brasil […] Com a forte elevação do dólar, era de se esperar que os preços nos portos se elevassem e foi isto o que aconteceu: 0,50%, reduzindo a queda mensal da soja para 1,13% (apesar das alas de Chicago e do dólar, ainda está menor do que o final do mês passado, notem bem). No interior, os preços também subiram (porque as indústrias exportam farelo e óleo) 0,81%, reduzindo a queda mensal para 0,82%”.
Boa notícia – com a variação positiva do dólar, “os lucros dos agricultores voltaram a subir. E nossa recomendação continua a mesma: aproveitar os excelentes preços oferecidos hoje, ao redor de R$ 80,00/saca para esta e para a próxima safra, que proporcionam lucros ao redor de 43%”, analisa Pacheco.

  Pesquisa identifica genes que determinam qualidade da carne bovina


| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui