POLÍTICA X MERCADO
Preço do soja sofre com volatilidade do cenário político nacional, afirmam especialistas
Alta do dólar no mercado externo também ajuda na mudança do humor do mercado interno da oleaginosa
Publicado em 15/05/2018 às 17:53 | José Boas
+ -



Foto: Agência Minas Gerais - Governo do Estado de Minas Gerais


Segundo analistas de mercado consultados pelo site de notícias Agrolink, a volatilidade do cenário político nacional afeta diretamente – tanto de forma positiva quanto negativa – o preço do soja no mercado. O fator mais relevante para o atual momento, informam, são as informações sobre a corrida presidencial. Nestes casos, as pesquisas de intenção de voto são fator importante na sensibilidade do mercado.

Para Luiz Fernando Pacheco, da T&F Consultoria Agroeconômica,  “o que está mexendo com o preço da soja no Brasil não é [a Bolsa de] Chicago, nem a guerra particular do Trump, que não se concretizará, mas a política interna no Brasil […] Com a forte elevação do dólar, era de se esperar que os preços nos portos se elevassem e foi isto o que aconteceu: 0,50%, reduzindo a queda mensal da soja para 1,13% (apesar das alas de Chicago e do dólar, ainda está menor do que o final do mês passado, notem bem). No interior, os preços também subiram (porque as indústrias exportam farelo e óleo) 0,81%, reduzindo a queda mensal para 0,82%”.

Leia:  Lucas do Rio Verde tem ação integrada para acolhimento de moradores de rua

Boa notícia – com a variação positiva do dólar, “os lucros dos agricultores voltaram a subir. E nossa recomendação continua a mesma: aproveitar os excelentes preços oferecidos hoje, ao redor de R$ 80,00/saca para esta e para a próxima safra, que proporcionam lucros ao redor de 43%”, analisa Pacheco.






Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Notificar
avatar
wpDiscuz