ESTATÍSTICA PARA AGROPECUÁRIA
Integração de dados e registros da agropecuária é debatida no Senado
Segundo Claudio Dutra, do IBGE, "um passo fundamental é conseguirmos fazer um diagnóstico dos cadastros e registros existentes no Brasil"
Publicado em 15/05/2018 às 21:03 | José Boas
+ -





Aconteceu hoje (terça-feira, 15) na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) do Senado Federal, debate acerca da padronização dos dados da agropecuária brasileira. A medida é relevante, afirmam seus defensores, para a agricultura sob o ponto de vista do andamento das estatísticas rurais, da integração de registros das políticas agrícolas e da política pública escolhida pela comissão para ser avaliada este ano.

Uma destas defensoras é a relatora da avaliação, senadora gaúcha Ana Amélia (PP), para quem “os dados são importantes para a execução de políticas públicas no setor, pois o Brasil aguarda, por exemplo, o Censo Agropecuário de 2017, que será divulgado até julho, lembrando que desde 2007 o país não faz uma pesquisa do tipo e que as informações podem ser um norte para as ações no setor”.

Já para Claudio Dutra, diretor de pesquisas do IBGE, “o Brasil possui tecnologia e instrumentos para a divulgação de dados sobre a agropecuária nacional, mas ainda falta integração dos diversos setores públicos para integrar esses dados em uma única base”. Por isso, afirmou, “um passo fundamental é conseguirmos fazer um diagnóstico dos cadastros e registros existentes no Brasil, definir os conceitos e padronizações de variáveis comuns que permitam não só integrar do ponto de vista tecnológico, mas dizer que isso está estabelecido e vale para todos”.

Leia:  Clima de maio piora cenário para safrinha em Mato Grosso

As informações são da Agência Senado.






Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Notificar
avatar
wpDiscuz