Menor esfaqueado inventou roubo para esconder briga por drogas

0
Foto ©CenárioMT

O caso de um adolescente esfaqueado durante um suposto assalto foi esclarecido pela Polícia Judiciária Civil, em investigações da Delegacia de Confresa. O menor que alegou ser vítima de roubo teria inventado a história para ocultar seu envolvimento com uso de drogas.

 


O fato ocorreu na madrugada de 25 de abril, quando o adolescente, de 15 anos, foi agredido com chutes e sofreu um golpe de faca, no bairro Vila Nova em Confresa.

 

Ao retornar para casa, o menor disse que foi abordado por criminosos que anunciaram o assalto e após entregar o celular para os suspeitos, ainda foi agredido. O adolescente foi encaminhado ao Hospital Municipal de Confresa, onde passou por atendimento médico.

 

O pai da vítima passou as informações para Polícia Militar, dizendo que o seu filho teve o aparelho celular roubado por dois homens em uma motocicleta Honda Titan, azul.

 

As equipes de investigação começaram analisar o caso e estranharam a conduta do adolescente, tanto em relação a justificativa quanto  ao horário e permanência no local dos fatos. Durante os levantamentos foi esclarecido que o crime de roubo não ocorreu e que o jovem, na verdade, teria vendido o aparelho celular.

  Criança de 3 anos é atropelada em Lucas do Rio Verde

 

Segundo as investigações, o adolescente, por motivos ligados ao uso de drogas e dívidas, foi agredido e esfaqueado por terceiros. Não tendo como se justificar para a família, o adolescente inventou a história do roubo.

 

Foi instaurado um inquérito policial para apurar os fatos e as investigações seguem em andamento para identificar os envolvidos na agressão do menor.


| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui