Luciano Huck é a “bola da vez”?

O nome de Luciano Huck aparece bem cotado entre os partidos que perseguem o Palácio do Planalto. Apresentador nega interesse

0

Depois que Fernando Henrique Cardoso disse, no final da semana passada, que o nome do apresentador Luciano Huck era “algo a se considerar” na corrida presidencial deste ano, muitos atores conhecidos já se articulam ao redor do assunto.

O primeiro a falar sobre o tema foi o governador de São Paulo, Geraldo Alkimin (PSDB), que demonstrou certo desconforto quanto ao flerte de FHC com Huck, temendo perder espaço na disputa interna do partido; em seguida o próprio Palácio do Planalto acenou com elogios à visão empresarial de Huck (pesa a favor do MDB, partido do presidente Michel Temer, a maior tempo de rádio e TV disponível durante a campanha eleitoral, o que pode desequilibrar a balança a seu favor), e; ainda aconteceu de Rodrigo Maia, deputado federal pelo Rio de Janeiro e presidente da Câmara, diretamente interessado em disputar as eleições presidenciais deste ano, negar que o DEM esteja interessado em dialogar com Huck, embora reconheça nele um potencial arregimentador de votos.

O DEM vai ter candidato à presidência e o pré-candidato vai ser lançado em março. Temos o maior carinho pelo Luciano (Huck), mas nesse momento ele não faz parte do projeto do nosso partido“. (Rodrigo Maia, DEM)


#Patrocinador

O próprio Luciano Huck tem afirmado por diversas vezes que não pretende ser candidato este ano, mas ao mesmo tempo, nos bastidores, sonda a aceitação de seu nome em diversos cenários possíveis e, afirmam fontes, têm se mostrado satisfeito com os resultados.

Toda esta movimentação acontece depois que aumentaram as especulações sobre uma eventual negativa, por parte da Justiça, às pretensões de Lula em se candidatar novamente ao cargo de presidente da república.

 

| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui