Partidos indicam membros e CPI da Previdência já pode ser instalada no Senado
Publicado em 19/04/2017 às 19:25 | Mariana Jungmann - Repórter da Agência Brasil
+ -



Os líderes partidários concluíram hoje (19) as indicações dos nomes de senadores que vão compor a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Previdência. O requerimento para a formação da comissão já tinha sido apresentado pelo senador Paulo Paim (PT-RS) no mês passado, mas faltava a indicação dos membros para que o colegiado possa começar a funcionar.

 

A CPI da Previdência pretende investigar casos de fraude e sonegação das contribuições obrigatórias para a Previdência Social por parte de grandes empresas. Outro objetivo é conferir os números apresentados pelo governo sobre o rombo para justificar a reforma que está em tramitação na Câmara dos Deputados.

 

Com as indicações dos nomes dos titulares, a comissão poderá ser instalada já na próxima semana – embora ainda faltem a indicação de dois suplentes. No entanto, a instalação dependerá ainda de outra etapa: a negociação entre os partidos a respeito dos nomes dos senadores que vão presidir e relatar o inquérito. A princípio, a indicação do presidente e relator devem acaber ao PMDB e PSDB respectivamente, por terem a primeira e segunda maiores bancadas. Mas, por acordo, esses partidos podem ceder a vaga para outros, se desejarem.

 

Confira abaixo os nomes dos membros da CPI:

Titulares:

Hélio José (PMDB-DF)

Rose de Freitas (PMDB-ES)

Paulo Paim (PT-RS)

Ataídes Oliveira (PSDB-TO)

Lasier Martis (PSD-RS)

João Capiberibe (PSB-AP)

Suplentes:

José Pimentel (PT-CE)

José Medeiros (PSD-MT)

Antônio Carlos Valadares (PSB-SE)